Uma oferta imperdível de três pecados grátis

Como você talvez saiba, eu sou uma pessoa bastante controversa. Eu nunca entendi muito bem isso. Há uma desconexão entre o modo como eu me vejo e como os outros pensam de mim. Eu me vejo como uma boa pessoa agradável, bastante conservadora, que estuda a Bíblia e tenta dizer às pessoas o que elas devem fazer.

Tento fazê-lo de modo que as pessoas não vão se cansar e poder ver a grande herança da verdade dos cristãos que os pagãos devem querer. Às vezes, a fim de levar as pessoas a ouvir, eu forço a barra, mas eu sou apenas um sujeito tentando lidar com a verdade na minha vida e ensiná-la aos outros.

Isso não deveria ser polêmico, não é? Errado. As pessoas ficam com muita raiva. Talvez as pessoas queiram um guru que viva tudo o que ensina e elas ficam muito chateadas quando eu digo que eu não faço.

O conselho mais idiota para pregadores é que eles não devem ensinar o que eles não vivem. O quê? Se fosse esse o padrão, a maioria dos pregadores pregaria apenas dois sermões de dez minutos por ano… E depois arrepender-se de um deles. Pode ser que não se pode compreender e se alegrar na graça radical a menos que alguém primeiro reconheça que se precisa dela.

A hipocrisia, o monstro da alma

E assim, a fim de caminhar pela estrada pedagógica comigo, a pessoa tem que ver a sujeira, e algumas pessoas estão seguras de que são puras. A hipocrisia pode ser uma coisa horrível. (Eu sei, eu sei. Que eu acabei de escrever que era hipocrisia e eu me arrependerei muito cedo de ter dito isto.)

Então, pode ser que as pessoas estejam com raiva porque na sua ótica o que eu ensino é errado. Pode ser. Na verdade, eu meio que acho que 50% do que eu ensino é provavelmente errado. Eu só não sei quais 50%.

Então se eu disser mais alguma coisa, não creio que as pessoas ficarão mais chateadas comigo do que já estão, então vejo uma oportunidade de oferecer três pecados grátis. Uma chateação a mais não tem problema algum, creio que ninguém vai ficar perturbado por isto.

Parece que você levando uma vida desregrada, sem compromisso com a santidade. As pessoas pensam que você não se importa com santidade e santificação. Talvez às vezes isso seja meia verdade. Há quem diga que você encoraja o pecado. Talvez, mas você parecia estar indo bem nessa área antes de eu aparecer… Sem qualquer interferência minha, não te seria melhor desfrutar de “três pecados grátis”?

Explicando a oferta de três pecados grátis

pecados grátis

Ah, você não quer? Deixe-me dar-lhe uma explicação sobre a oferta. Disseram-me uma vez que, quando eu aceito os pecados livres, eu estou dando permissão para que coisas maiores me envolvam, “assassinatos, estupros e embriaguez.” Tudo bem, mas não realmente assim tão rápido. A lista é grande, muito grande e vai gradativamente aumentando e envolvendo a vítima dos pecados livres.

Embora, como um pastor, eu tenha dito várias vezes que não havia nada de errado com a igreja que eu não poderia corrigir com alguns funerais, eu sinceramente não conheço nenhum cristão que está procurando permissão para matar ninguém. Eu não conheço nenhum cristão que mal podia esperar para ser estuprador ou para ser carregado do bar para casa.

E esse é o ponto. Todo cristão que conheço quer ser melhor do que é. Pode haver uma exceção aqui e ali, mas eu não encontrei nenhuma. Em outras palavras, a maioria dos cristãos não está melhorando e, por vezes, estão piorando… Mas eles realmente querem ser melhores.

Você sabe que para a maioria dos cristãos não existe nada melhor do que está bem consigo mesmo. Então por que você se sente angustiado com o pecado, sente-se um misero pecador? É porque você está fazendo errado, manequim! Você está obcecado com o pecado e sua fé tornou-se mais um “sistema de leis”, em que você se sente culpado e tenta a todo custo se fazer melhor.

Isto não funciona, nunca funcionou e nunca vai funcionar. Somente as pessoas rasas espiritualmente continuam fazendo a mesma coisa uma e outra vez com o mesmo resultado, pensando que da próxima vez o resultado será diferente.

Viva de forma sábia o seu livre arbítrio

Então, pare com isso. Você só está fazendo uma bagunça com isso. As pessoas melhoram por insistirem em se afastarem do pecado, se achegando a Jesus e seu amor… Não pela obsessão em seu próprio pecado e desobediência. Esta é a realidade da cruz, que é uma cobertura para o pecado.  Viva na sua vida o livre arbítrio outorgado por Deus. Não só isso, a imputação da justiça de Cristo em nossa conta é um dom além da medida garantindo que a ira de Deus nunca vai ser dirigida a nós novamente.

E, a propósito, uma obsessão com o pecado pode ser a maior forma de orgulho. Francamente, é muito narcisismo. Assim, não só o cristão tem três pecados livres… Os cristãos obtêm pecados gratuitos ilimitados! Gratuitos para nós, porque eles estão todos perdoados… mas não é livre para Deus.

Temas Relacionado:

E eu não sei a melhor maneira de levar as pessoas a pensar no acreditável amor e graça de Deus do que, concedendo-lhes o que ele já concedeu. O dom que se recebe, juntamente com “pecados livres” é o dom de uma fidelidade inacreditável, incrível e surpreendente. É como eu me tornei um gigante espiritual! Você também pode.

Traduzido e adaptado do original em inglês Three free sins, de Steve Brown

Uma oferta imperdível de três pecados grátis

Tempo de leitura: 4 min