3 responses

  1. ingrid

    muito bom me ajudou bastante
    obg

  2. Carla Ohrana

    Estranho que ninguém tenha comentado. Esse artigo foi de extrema importância pra mim. Meu pai se enquadra nessa questão, eu tenho muita dificuldade em perdoá-lo por não ser capaz de me dar uma família descente. Por conta dele passei todas as datas festivas com sozinha com a minha mãe, fui ignorada pela família dele, me senti inferiorizada pelos meus outros filhos dele e passei os piores dias da minha vida por causa dele. Ainda assim sinto que há amor dentro de mim, mas há muita mágoa que deve ser dissolvida. Estou em Cristo há algum tempo e vou me batizar – se Deus quiser – antes do ano terminar. Espero voltar aqui pra dizer que a nossa relação está saudável e que meu pai aceitou a Jesus como seu salvador.

    • Juraci Rocha

      Olá Carla, imagino que teu pai já tenha uma certa idade (creio que passou dos 50 anos), então menina, procure-o, vá estreitando os laços, mas não coloque o passado diante de vocês, coloque o futuro. As pessoas com a idade elas vão ficando mais maleaveis, mais proximas, é tempo de construir um relacionamento que aproximem a ambos e que traga beneficios tanto a sua familia quanto as demais pessoas

Leave a Reply

 

 

 

Back to top
mobile desktop