Salmos 91, um manual para compreender o tempo de Deus

Sentimos imensa tristeza quando constatamos que todos os nossos esforços se revelaram inúteis e infrutíferos, mas quando avaliamos nossos passos, surge uma nova oportunidade de recomeçarmos a jornada, Moisés se sentiu assim, quarenta anos aprendendo a ser nada, pois não compreendia o tempo de Deus.

Abaixo damos prosseguimento a narrativa a respeito do legislador Moisés que a semelhança de Davi reconheceu que todos os nossos tempos estão nas mãos de Deus. Nos dias de Moisés, existia apenas dois tipos de instrumentos para assinalar as horas, o relógio de sol e o da água.

O relógio de sol de Acaz era uma escada, de tal modo preparada, que o sol mostrava nela as horas por meio da sombra. Esta cobria um menor ou maior número de degraus, segundo o sol estava alto ou baixo.

A relação entre o comprimento da sombra e a hora do dia, era certamente um conhecimento dos povos da antiguidade. Quantas horas você tem vivido? Tem sobre ti o sol da justiça? Seu dias são ensolarados ou nublados?

O homem é limitado em suas ações

tempo de deus

O homem é um ser limitado em suas ações e propósitos. Mesmo possuindo todas as riquezas, encontra limitações que o frustrarão. Houve momentos de trevas na vida de Jó que o levaram a sentir-se frustrado, pesaroso. Amaldiçoando o dia de seu nascimento Jó pergunta: “Por que se dá luz ao homem, cujo caminho é oculto, e a quem Deus encobriu?” Dentre as limitações humanas encontram-se estas:

  • Não pode tornar um cabelo branco ou preto
  • Não pode aumentar a própria estatura
  • Tem a vida limitada
  • Tem o tempo limitado em setenta ou oitenta anos.

Você tem subordinado os deveres terrenos aos celestiais? Tem percorrido com entusiasmo uma carreira de sucesso, objetivando alcançar uma boa posição social. Tem planejado para a auto-satisfação no futuro.

Você tem dito: “Vinde trarei vinho, e beberemos bebida forte, e o dia de amanhã será como este, e ainda maior e mais famoso. E direi a minha alma: Alma tens em depósito muitos bens para muitos anos, descansa, come, bebe e folga”. Esta presunção quanto ao tempo, é uma atitude tola, sem sentido. Pois não sabemos o que acontecerá no dia de amanhã, pois o homem não conhece o seu tempo. É tempo mau aquele em que não sabemos o que fazer do tempo.

Todos os meus tempos estão nas mãos de Deus

Não devemos contar com oportunidades futuras de reformas, hoje é o tempo aceitável para o concerto com o teu Senhor. Hoje é o tempo favorável para a tua salvação. E tua alma se lha pedirem hoje, estarás preparado?

Estará firme o teu coração? Estarão fortes as tuas mãos, nos dias em que eu tratarei contigo? Respondendo negativamente á estas questões, o diagnóstico para você é desanimador. Isto mesmo você está na sombra, vive dias nublados.

Seus gastos com a sua aparência pessoal como: manicure, cabeleireiro, o uso de perfumes e cremes faciais, tem apresentado um valor mais alto do que os investimentos na obra de Deus? Em caso afirmativo, você está assentado nas regiões e sombras de morte. Nós matamos o tempo, mas ele assiste ao nosso velório e dá tempo ao nosso sepultamento.

Suas horas de diversão e entretenimento tem sido mais numerosas do que se encontra na presença de Deus? Noite e escuridão estão ao teu redor. Estando nas sombras da noite, a mesma ofusca o seu entendimento da graça de Deus.

Os discípulos não sabiam o tempo de Deus

Os discípulos de Jesus igualmente não compreendiam o tempo do Eterno, e questionaram a Jesus a respeito da sua volta para a Judéia, visto que os judeus procuravam matá-lo. Jesus faz uma pergunta que os surpreende: “Não há doze horas no dia?” Sem esperar a resposta, Jesus expõe os motivos para eles empreenderem a viagem sem demora.

Naquele tempo as viagens eram realizadas durante o dia. O frio intenso, a falta de abrigo contra as intempéries e o perigo de salteadores, impediam as viagens noturnas. É maravilhoso o fato de Jesus propor a ação, o ato de viajar; enquanto é dia, Ele declara: “A noite vem, quando ninguém pode trabalhar”.

Quem anda nas trevas espirituais, apalpa as paredes como cegos; tropeça ao meio-dia, será oprimido e roubado todos os dias. Em uma noite sem sentinela, as fortalezas são invadidas, saqueadas, depredadas. Muitas almas estão presas, acorrentadas nos elos do pecado, no sono da alma, que repousa tranquilamente, indiferente aos perigos que a ameaça.

Temas Relacionado:

Porém, repentinamente sobrevirá a destruição e de modo algum escaparão. No entanto, alegre-se.Sinta o seu corpo sendo balançado por mãos fortes, abra os seus olhos e veja o Senhor junto á você, repreendendo-o: “O que tens dormente? Que ocupação é a tua? Vamos! Invoque o teu Deus, Ele te livrará. Levanta-te dentre os mortos e Cristo te iluminará”.

Salmos 91, um manual para compreender o tempo de Deus

Tempo de leitura: 4 min