Saiba o que é neopentecostalismo macumbeiro (conceito)

Bem, vamos tratar de um assunto que é do conhecimento do meio neopentecostal, mas que ignora o seu verdadeiro nome. Refiro-me ao neopentecostalismo macumbeiro. Ocheee, e entonce ocê me pergunta, “que troço é este meu irmão”? Explico: O neopentecostalismo macumbeiro está ancorado na “religiofagia”.

O pesquisador e acadêmico Ari Pedro Oro, descreve assim a religiofagia: Prática que consiste em se apropriar e reelaborar elementos e crenças de outras igrejas e religiões, mormente das afro-brasileiras (candomblé, umbanda, quimbanda e macumba).

Pedro Oro sustenta que a exacerbação dos elementos ritualísticos e práticas das religiões de matrizes africanas revela a face macumbeira dos neopentecostais. Na religiofagia, quanto mais se constrói um discurso de oposição a tais práticas, mais delas se aproximam e se assemelham.

Os neopentecostais possui uma visão dualística do sagrado, há uma constante luta entre Deus (representando o Bem), e o Diabo (o Cabrunhão do Mal). Logo, o que não é de Deus, só pode ser coisa do Capiroto.

Maris Stella Schiavo Novaes Presidente da Ong Carreiro de Tropa – Catrop, afirma que quando alguém afirma que o acarajé é de Jesus, ela é tirada do sério, uma vez que não admite que um alimento de origem candombléista seja creditado a Jesus.

Esta questão de afirmar que tal e qual coisa é de Jesus e não do Diabo é própria dos cristãos neopentecostais. O argumento normalmente utilizado é que Deus fez todas as coisas para proveito do cristão e que o Coisa ruim não fez nada. Então saem colocando nomes esdrúxulos em objetos, comidas, roupas e tudo o que envolve o cotidiano.

O caso do acarajé de Jesus é só mais um. O que se revela também, mais uma oportunidade mercantilista e mercadológica.

Semelhanças com as religiões afro-brasileiras

neopentecostalismo macumbeiro

As práticas do neopentecostalismo macumbeiro lembra em muito as atividades realizadas nos terreiros de religiões africanas. Culto do descarrego, Quebra de maldições, Fogueira Santa de Israel, Sexta-feira Forte (Bem, a ser assim, tem a sexta-feira fraca, né não?).

São campanhas frequentemente realizadas nas igrejas neopentecostais, que lembram mais práticas de religiões africanas. Claro, que há pastores que fazem isto deliberadamente para enganar as pessoas e mantê-las na ignorância total.

Estes pastores sabem a verdade, mas negam-se a expor a expor-la. Antes mantem o povo cativo com o proposito de recolher mais ofertas e dízimos, ao mesmo tempo que lança mãos destes artifícios. Eles sutilmente sugestiona as pessoas a contribuírem com ofertas e dízimos para se verem livre dos seus males (que nem existe.)

Ainda assistia o Apostolo Agenor Duque afirmar em seu programa de televisão a respeito de uma moça que o nome dela fora costurado na boca de um sapo. Outros dizem que terra de cemitério foi lançado no telhado da vitima ou que um trabalho de macumbaria foi feito numa encruzilhada numa sexta-feira 13. Não vou rir, por que o assunto é sério.

Arma-se um grande teatro, com um elevado poder de sugestão mental associado a práticas divorciadas condenadas pelo Evangelho, que é simples e redentor.

Veja este vídeo, nele uma caravana do apostolo René Terra Nova (é aquele que ungiu sua mãe Matriarca do Útero Profético), ficaram euforicas ao verem um suposto anjo acompanhando a caravana. O suposto anjo só podia ser visto através de um monitor que estava instalado no painel do ônibus.

O pentecostalismo associado ao emocionalismo resulta em imbecilidade. Que razão há para uma manifestação desta natureza ser captada por instrumentos e não por humanos? Há alguém que pode me convencer que foi mesmo um anjo que apareceu a comitiva?

O neopentecostalismo macumbeiro e o Reteté

O neopentecostalismo macumbeiro tem uma linguagem diferenciada que emprega em suas reuniões. Termos como “Só o sangue, Só Jesus na causa, É mistééériooo” e outros compõe um linguajar próprio. O Dicionário Neo Pentecostal Evangeliquês, elenca algumas destas expressões:

Reteté – Um grupo de meninos e meninas pulando e afirmando que é o poder de Deus que está caindo
Recebaaaa – Palavra mágica que certos pregadores falam no púlpito para esconder que estão vazios do Espirito Santo de Deus
Propósito – Nome dado a um compromisso, que quem faz sai alardeando pra todo mundo, para que todos saibam que ele é uma pessoa espiritual.

Rodopios, desmaios e sopros

É comum ver pessoas dançando e rodopiando nos cultos neopentecostais. Fazem inflexões de joelhos, jogam a cabeça e os cabelos para baixo, ao passo que uma obreira está atenta em caso de a pessoa (no caso a mulher), vir a cair supostamente tomada pelo Poder de Deus, ou cheia do Espirito Santo.

Quando a pessoa cai desacordada, a obreira vem com um lenço, pano ou toalha e joga na perna da irmã para cobri-la. Em outras ocasiões o sujeito sopra nos homens ou joga o paletó e os mesmos caem no chão. Benny Hinn, aquele que quando precisa de dinheiro vem ao Brasil gosta de fazer isto. Claro, com sempre alguém ali próximo para amparar a queda do espiritu santu. Veja este vídeo, volto em seguida.

Voltei, e então o que achou do vídeo? Há dezenas deles no Youtube. Há bastante coisas em comum entre o culto evangélico neopentecostal e a sessão de candomblé. Já vi pessoas possessas que mantêm os braços atrás das costas com as palmas das mãos voltadas para cima e dedos ligeiramente crispados, isto quando não estão travados. Note, que o video traz uma semelhança assustadora.

As musicas lembram um forró ou um sertanejo daquele bem escrachado e de gosto duvidoso, quase sempre ruidosas e acompanhas de pandeiros, e dizem que louvam a Deus.

Evangelho Denorex, tem aparência, mas não é

Lembra daquela antiga propaganda da Denorex, um shampoo anticaspa que tinha um forte cheiro de remédio, na propaganda dizia, parece remédio, mas não é. Pois bem, determinadas coisas que se vêem nos cultos neopentecostais parece Evangelho, quer apresentar uma roupagem de Evangelho, mas não é.

Temas Relacionado:

Se configura mais como neopentecostalismo macumbeiro ou macumbaria gospel, que é a mesma coisa. A Bíblia apresenta uma ideia de como deve ser o culto a Deus, que deve ser racional, vivo e agradável a Deus (Rm 12.2).

Mas caso, você que tenha lido e não concordado com o exposto, afianço-te que Deus repudia a mistura, a livre associação com coisas que tem origem fora das Sagradas Escrituras. Elas estão aí, examinai-as. Foi o conselho de Jesus.

Saiba o que é neopentecostalismo macumbeiro (conceito)

Tempo de leitura: 5 min