Pregadores que pregam sem respeito ao Ministério

pregadores que usando a oportunidade que têm abusam quando pregam, fazendo uso de expressões chulas e frases inadequadas. São desrespeitosos com a Igreja e com o ministério que os convida para pregarem a Palavra de Deus, e ainda tem a petulância de dizer que foi ou é Deus quem os mandou falar.

Ora, usando da maior oportunidade que Jesus nos concede, precisamos saber que de qualquer forma somos instrumentos de Deus para abençoar a aqueles que vão ao templo para ouvirem o Senhor falar. Cada pregador deve ter em mente que a voz é humana. O vaso é de barro, mas a excelência é de Deus.

Existe a ética, a forma pela qual devemos nos portar diante da igreja. Por causa de suas posturas inadequadas, o pastor sensato fecha a porta para esses tipos de pregadores. A igreja e o ministério devem ser respeitados. Pois no seu contexto há um Pastor (Presidente) e o corpo de obreiros e a congregação composta de seus membros.

Deve a princípio ser honrados por tudo, e um bom obreiro é aquele que sabe entrar e sair. Infelizmente existe alguns mal educados que desconhecem posturas e procedimentos que poderiam torná-los excelentes homens de Deus.

Existem alguns pontos que gostaríamos de ressaltar aqui. As coisas que acontecem às vezes no contexto da igreja, a culpabilidade é exclusivamente dos pastores. Eles não têm a coragem de ensinar aos seus obreiros de como devem se portar no ministério. As coisas andam tão mal que o cidadão se acha acima do bem e do mal.

A maior parte desses tipos de pregadores são novatos e nunca se dispuseram para aprenderem de seus pastores as regras do ministério. É que, às vezes o erro começa pelo próprio ministério que não tem a coragem de orientar seus obreiros, não é que eles sejam ruins, ou desobedientes. Porque se não são ensinados, acham que são independentes no contexto ministerial. Um obreiro insubmisso é a maior desgraça no ministério.

O caráter do pregadores

pregadores

Pregar bonito ou citar centenas de versículos da Bíblia não é sinônimo de bom pregador. O importante é vivermos o que pregarmos. A essência da pregação estar no caráter do pregador formado em Cristo Jesus. Ele disse: “Resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a Vosso Pai que está no céu”.  Mt 5. 16

Aprendi na minha vida ministerial que quando a gente chega num lugar, por mais que o pastor seja nosso amigo, mesmo assim, existe uma igreja que estar sob seus cuidados. E ninguém que chega de fora deve se achar no direito de destratá-la, desrespeitando-a de forma que deixa o povo constrangido.

Temas Relacionado:

Aprendi estas coisas de um exímio ensinador e pregador, Pr. Valdir Nunes Bícego (In-memoriam), que afirmava: “O tema de um bom pregador é o Calvário.  É aquele que começa com Jesus e termina com Cristo”. 1 Co 1. 17-18. Se não tem uma mensagem de Deus para a Igreja, busque ao Senhor. Aprenda a depender do Espírito Santo, conquanto que a Igreja não nos pertence e sim ao Senhor Jesus Cristo, por isso deve ter o nosso respeito.

José Roberto de Melo

Pr. José Roberto de Melo é Bacharel em Teologia, Professor, Escritor e Graduado em Direito

Pregadores que pregam sem respeito ao Ministério

Tempo de leitura: 2 min