Os servos do milagre (os vasos cheios de vinho)

Jesus, Maria, mãe de Jesus e alguns discípulos, foram a um casamento em Cana da Galiléia. Na festa acabou o vinho. Na Bíblia o vinho tem a ver com alegria. Maria intercedeu junto a Jesus, este se levantando foi de encontro aos servos que estavam ali para servir o vinho. O que me chama a atenção, nesse instante, a respeito do texto de João 2. 1-10, são os servos e suas vasilhas que deveriam conter o vinho, mas que estavam vazias.

Nesse texto é narrado o primeiro milagre de Jesus. Temos então a seguinte situação, os servos, ou os empregados da festa do casamento estavam ao lado dos seus vasos, de seus equipamentos de trabalho, mas não tinham o que servir ao povo da festa.

A situação se desenha da seguinte maneira, os servos, que representam os obreiros na igreja, exercem algum tipo de trabalho na igreja, estavam prontos para trabalhar, mas não tinham nada em seus vasos, em suas vasilhas.

A Bíblia nos deixa entender que os vasos somos nós, que deveremos estar cheios do Espírito Santo, capacitados para a boa obra do evangelho. O pregador deve estar cheio de pregação. O cantor cheio de musicas. O porteiro pronto a servir na portaria. O pastor pronto para pastorear. A líder da mocidade deve estar de prontidão.

Em Caná vimos que os servos estavam ao lado dos seus vasos vazios, na posição de trabalho, portanto eles queriam fazer a obra, mas não tinham como fazer, pois não tinham nada em seus vasos para fazer. Visualizo homens de pé, paramentados como garçons, com suas bandejas nas mãos, prontos para o trabalho, foram pagos pra isso. requisitados pra isso e não têm o que servir, para desespero deles mesmos e vergonha pessoal.

05 causas de vasos vazios

servos

1 – Alguém chutou o vaso do obreiro, ou pôs a perna na frente, enquanto ele servia, derramando o que tinha dentro. Alguém pode ter tentado para-lo, enquanto servia aos outros. Os motivos podem ser vários, como inveja, ou antipatia.

2 – O vaso pode estar rachado, enche de um lado, mas esvazia do outro. Nesse caso o que esvazia o vaso é o pecado na vida do obreiro. Seu vaso esvazia-se porque ele não consegue encher e permanecer cheio. O vaso rachou, está com brecha.

3 – O vaso está vazio porque não encheu. Encher o vaso significa encher a vida do Espírito Santo.  É interessante a vida no Espírito, pois se não encher o vaso constantemente, ele esvazia-se sozinho, sem precisar fazer nada.

A nossa natureza caída já o esvazia naturalmente. Encher o vaso é antinatural à nossas pessoas caídas da graça, herdeiros do pecado original. Encher o vaso demanda esforço e força de vontade, assim como persistência e vontade de estar cheio. Esvaziar é mais fácil, é só não fazer nada.

4 – Mas mesmo um vaso vazio pode estar cheio de alguma coisa, nem que seja o ar. Muitas vezes os vasos estão vazios de Deus, mas cheios de fogo estranho, de atos estranhos, de coisas que não são aprovadas pelo Espírito. Nesse caso o vaso cheio de fogo estranho, está vazio também.

5 – O vaso pode estar vazio porque está emborcado, isto é, de ponta cabeça, virado com a boca para baixo e ai não dá pra encher, o que significa que poderemos estar resistindo a encher o nosso vaso, pois senão seremos obrigados a nos engajar na festa e passar a servir também. Então está vazio propositalmente.

De qualquer maneira a situação dos servos era a pior possível, queria fazer o seu trabalho, o pregador que não tinha nenhuma mensagem até que queria pregar, mas não tinha o que oferecer ao povo sedento.

O musico desejava cantar e enlevar o coração dos ouvintes, como outrora, mas não saia nada do seu coração agora seco, o líder, perdeu a liderança por algo que tirou a sua autoridade. Os servos que estavam nessa festa queriam fazer a obra, mas não podiam, pois estavam com seus vasos vazios.

Maria incentivou os servos

Maria, mãe de Jesus intercedeu na festa, creio eu, pelos noivos, pela vergonha da família, que perdera, ou acabara, o símbolo da alegria: o vinho. Ela deu uma ordem enfática, pois conhecia o problema e conhecia Jesus pra quem ela pediu ajuda. Façam tudo como ele vos disser, disse ela, e Jesus pediu que enchessem de água os vasos vazios. Água? Mas água não é vinho, água não é símbolo da alegria, mas símbolo bíblico da Palavra de Deus.

É isso mesmo: água. Encham tudo de água, encham os vasos da Palavra e o vinho irá aparecer novamente. Encham de água e a Palavra de pregação irá brotar do coração. Encham de água e o cântico será dado pelo Espírito Santo. Encham de água da Palavra e o pastor se levantará para pastorear. Encham de água e terão autoridade até para expulsar demônios.

E eles encheram de água. Quanto tempo levou para encher novamente? Depende do nível de esvaziamento, cada um tem o seu tempo próprio de amadurecimento, alguns enchem com um gesto de Jesus, outros demoram algumas campanhas, ou algumas subidas no monte. O importante é encher o vaso.

Temas Relacionado:

E fazendo assim eles encheram então seus vasos e voltaram a servir na festa. Tem gente que acha que quando alguém esvazia – e ai depende do nível de esvaziamento, pois uns esvaziam mesmo, até a última gota, alguns até saindo de perto dos seus vasos, ou da festa – que não terão a capacidade mais de encher os seus vasos. Mas esses inimigos da fé se esquecem que o médico Jesus, veio, para os doentes e não para os sãos.

Paulo Sérgio Lários

Paulo Sérgio é Presbitero, tecnico de informática e escritor

Os servos do milagre (os vasos cheios de vinho)

Tempo de leitura: 4 min