O que Eclesiastes tem a dizer de Salomão e Steve Jobs

Dois homens bem sucedidos, inteligentes, revolucionários e visionários, Salomão e Steve Jobs. O primeiro foi o poderoso rei de Israel, cujo prestigio e fama atravessava fronteiras e mobilizava caravanas de reis e rainhas para irem visitá-lo. O segundo foi o poderoso criador da Apple.

Guardada as devidas proporções, em comum entre os dois a desilusão da vida. Que droga! Eu não sei guardar segredo, não era pra revelar agora 🙁

Bem, nós sabemos que a autoria do livro de Eclesiastes é creditada a Salomão, mas não é exagero, se nos valermos da licença poética para colocar a Steve Jobs como inspirador deste livro de reflexões.

Tá bom, pra que ninguém diga que forcei a barra, então reafirmo sem medo de ser feliz que Eclesiastes é um livro para todos os homens, de todos os tempos e todas as circunstâncias.

Antes de prosseguir, gostaria de fazer algumas observações que certamente vão enriquecer o nosso debate.

Quais foram os livros escritos por Salomão

Salomão escreveu os 03 livros (Cantares, Provérbios e Eclesiastes), que retratam claramente as 03 fases de sua vida, cada um dos livros correspondendo a determinadas faixas etárias de sua vida.

Deus é imutável, já o homem é o oposto disto, sendo sua vida dividida por fases distintas, sendo que as três mais importantes são: a infância, a vida adulta e a velhice. Ao longo destas fases o homem muda de personalidade, vontades e pensamentos e há perceptíveis mudanças no interior do intelecto.

Cantares, a fase jovem de Salomão

Cantares ou Cântico dos Cânticos é a fase jovem de Salomão. O sábio deixa bem evidente em Cantares a manifestação do vigor, a fase da descoberta do amor, é a fase poética e apaixonada de Salomão. Ele fala com o coração.

Essencialmente Cantares apresenta o grito do corpo para o amor. Ressalta que a mais profunda necessidade de homens e mulheres é o amor. As crianças só crescem de forma adequada e de caráter estruturado se tiverem amor. Homens mantêm a paz e compreensão quando o amor e o perdão são manifestados.

O profeta Oséias concorda com Salomão, e apresenta o amor como fator de expiação. E este grito do corpo é expresso no mais belo poema de amor já escrito, o Cântico dos Cânticos. Há quem considere Cantares um livro polêmico e pornográfico por conta de suas citações sensuais. Na verdade, o livro retrata o amor do esposo pela esposa apontando a intima relação de Cristo com sua igreja. [???]

Provérbios, a segunda fase da vida de Salomão

Provérbios destaca conselhos para a prática da sabedoria, o conhecimento e o temor a Deus. Há também advertências e conselhos que resultam em um bom relacionamento entre os homens. Provérbios é o livro da vontade, é o livro da razão, da orientação de comportamento do homem com relação ao homem e deste com Deus.

Eclesiastes, a terceira fase da vida de Salomão

Voltamos a nossa narrativa principal, o estudo no livro de Eclesiastes. O livro corresponde à terceira fase da vida de Salomão. É a fase da velhice, conseguintemente da reflexão. Eclesiastes é o livro da mente, a história do exame da busca de Salomão de todas as filosofias dos homens e conclusiva sobre a base da razão humana do que é certo e bom.

O livro de Eclesiastes é um ensaio sobre o tema “A vida vale a pena?” A conclusão que o escritor chega é que tudo é vaidade. Ec. 1.1. Nada permanece, tudo muda. Apenas o temor a Deus deve ser perene.

O auto-reconhecimento é matéria bíblica

Salomão e Steve Jobs

É irônico que somente com a fase da reflexão é que descobrimos quem de fato somos, é a fase em que muitos questionamentos encontram uma resposta. Leia esta fala da belíssima e talentosa atriz Demi Moore: “No fim da minha vida estou descobrindo que não sou uma pessoa amável que não mereço ser amada, que tem alguma coisa de errada comigo” (Demi Moore, atriz, 49 anos – revista IstoÉ 11/01/2012)

Não se sabe como a Demi Moore chegou a essa conclusão, mas ela é das mais acertadas possíveis. Interessante é que ela chegou a essa conclusão com 49 anos, e não mais cedo. Esse conhecimento de que não somos pessoas amáveis, e não mereceremos ser amadas pode se estender para amplos territórios.

Na verdade temos dentro de nós coexistindo 03 pessoas: vou disponibilizar A energia da água, trecho do filme Quem Somos nós, quando você tiver tempo disponível, gostaria que assistisse ao filme completo.

Bem, chegamos até aqui na nossa reflexão, já demos algumas pistas do que Salomão e Steve Jobs têm em comum. Não vamos nos aprofundar, apenas vamos dizer que a relação existe. É impossível falar tudo de Steve Jobs, há milhares de páginas na internet com informações a seu respeito. Igualmente a quantidade de livros, documentários e revistas contando sua vida são de um volume absurdo.

Eclesiastes fala de Salomão e Steve Jobs

Quem lê Eclesiastes pode ficar com a impressão de que Salomão era um cético, um depressivo. Mas não é bem assim. Salomão já havia passado pelas outras fases, agora na maturidade, conclui amargamente que a vida é um desafio cheio de vaidades. Tudo é um circulo vicioso (1. 3-10). O que ele vivia era a dura realidade da vida.

Somente aqui na fase da maturidade, Salomão fez uma reflexão de sua vida, e teve condições de apontar seus erros e acertos. Bom, é quando o homem compreende sua posição diante de Deus. Vamos aos testemunhos do próprio Salomão.

Ambos curtiram a vida à beça

Salomão e Steve construíram um paraíso a sua maneira. Está sendo um desafio prazeroso associar Steve Jobs ao livro de Eclesiastes. Mostrar que semelhanças há entre ele e Salomão. Portanto, vamos analisar o livro e ver onde cada um deles se encaixa. Como disse mais acima, não vamos entrar em minudencias a respeito de Jobs.

O pregador (Salomão se identifica assim no Eclesiastes) quando criança (Pv 22. 6) havia escutado os ensinamentos das Escrituras. Creio que muitas vezes ele escutara o relato do Jardim do Éden. Com o coração enganado pelo pecado e sem limites para sonhar, resolveu construir seu jardim particular. Inflado de orgulho, deve ter pensado “Se Adão pode, eu também posso!”

Lendo Eclesiastes capitulo 2, se nota que ele tinha uma preocupação excessiva com as coisas terrenas. Mas onde estava o temor a Deus? Seu coração foi tomado pelos prazeres. Sua alma ficou fascinada com as coisas que o poder e a riqueza podiam proporcionar (Ec 2. 3-11).

Seu espírito ficou escravo dos muitos deuses que ele cultuava juntamente com suas centenas de mulheres (1 Reis 11. 4-8). Os prazeres efêmeros haviam distanciado Salomão do pleno entendimento de Deus, em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento. Cl 2. 2,3; Lc 12. 20

O que disse Steve Jobs: Cheguei ao topo do sucesso nos negócios. Aos olhos dos outros a minha vida tem sido o símbolo do sucesso.

Salomão e Steve Jobs buscavam a adrenalina

Salomão buscou os prazeres do mundo, menosprezando a sabedoria divina (1 Rs 3. 11-13). Ele pensou consigo mesmo: “Vou experimentar a alegria. Descobrir as coisas boas da vida! Mas isso também se revelou inútil. Concluí que o rir é loucura, e a alegria de nada vale. Decidi-me entregar ao vinho e à extravagância; mantendo, porém, a mente orientada pela sabedoria. Eu queria saber o que valesse a pena, debaixo do céu, nos poucos dias da vida humana”. Ec 2. 1-3

O que disse Steve Jobs: As ilusões que têm por base a fama ou o dinheiro foram uma constante durante a minha vida. Agora tenho a consciência que não as posso levar comigo.

Eles foram enganados pelos prazeres do mundo (He. 11.25).

Tudo quanto era novidade que podia trazer alguma satisfação ao corpo e a alma, Salomão abraçou. Cada nova situação era um convite alegremente aceito para que desfrutasse do máximo prazer que as coisas podiam oferecer. “Tudo quanto desejaram os meus olhos não lhes neguei, nem privei o coração de alegria alguma, pois eu me alegrava com todas as minhas fadigas, e isso era a recompensa de todas elas”. Ec 2. 10

O que disse Steve Jobs: Apenas agora entendo, uma vez acumulado o dinheiro suficiente para o resto da vida, que deveremos perseguir outros objetivos que não estejam relacionados com o dinheiro. Deve ser algo mais importante, por exemplo, histórias de amor, arte, sonhos da infância.

Salomão e Steve Jobs  foram vencidos por W.O pelo pecado

Salomão ignorou uma regra básica da vida, que a felicidade plena não consiste apenas em desfrutar das coisas que a vida pode oferecer. Nos dias de sua mocidade, ele esqueceu-se do seu Criador. “Para o homem não existe nada melhor do que comer, beber e encontrar prazer em seu trabalho. E vi que isso também vem da mão de Deus. E quem aproveitou melhor as comidas e os prazeres do que eu?” Ec 2. 24,25

O que disse Steve Jobs: Neste momento estou na cama de um hospital recordando a minha vida, percebendo que a riqueza que construí e todos os elogios que recebi e me deixaram tão orgulhoso, tornaram-se insignificantes perante a iminência da morte.

Salomão e Steve Jobs
A felicidade plena é viver o melhor das circunstâncias

Salomão e Steve Jobs se reconciliam com Deus

Salomão apresenta uma verdade gritante, que não pode ser ignorada, a de um homem tolo que passa a vida toda correndo atrás de riquezas, sabedoria e conhecimento. No contraponto, apresenta um quadro pintado com cores celestiais, revelando que o Altíssimo concede estas coisas ao homem que lhe agrada.

“Ao homem que o agrada, Deus recompensa com sabedoria, conhecimento e felicidade. Quanto ao pecador, Deus o encarrega de ajuntar e armazenar riquezas para entregá-las a quem o agrada. Isso também é inútil, é correr atrás do vento”. Ec 2. 26

O salmista Asafe, estava perturbado com estas coisas, até o dia que ele entrou na casa de Deus e compreendeu que as coisas espirituais são mais elevadas do que as terrenas. Sl 73

O que disse Steve Jobs: Os bens materiais perdidos podem ser encontrados. Mas existe uma coisa que tu não podes encontrar quando a perdes: a vida. Seja qual for a fase da vida em que agora te encontras tens que ter a consciência que no final terás que enfrentar o dia quando a cortina baixar.

A decisão final

Imaginemos que um dia qualquer Salomão tenha acordado e ido até o banheiro, lá se olhou no espelho. Não mais via o jovem robusto, das paixões exacerbantes reveladas em Cantares. Nem era o homem moderado revelado em Provérbios. Ele via si mesmo com suas limitações físicas próprias da sua idade.

Mas agora, compreendia perfeitamente a natureza humana. Então, olhos fixos no espelho ele se auto-aconselhava. Foram conselhos que nenhum psicólogo ou psiquiatra contratados a peso de ouro, teria condição de lhe dar. Ele se auto-reconheceu! Lembre-se do seu Criador nos dias da sua juventude, antes que venham os dias difíceis e antes que se aproximem os anos em que você dirá: “Não tenho satisfação neles” Ec 12. 1

Felizmente Salomão concluiu que uma pessoa divorciada de Deus deixa de ver as mais eloqüentes manifestações de amor e graça do Senhor. Ele chegou a uma conclusão acertadíssima. “Tema a Deus e guarde os seus mandamentos, pois isso é o essencial para o homem”. Ec 12. 13

Temas Relacionado:

Não podemos afirmar com segurança que Steve Jobs se reconciliou com Deus, apenas lançamos mão de uma licença poética para afirmar o arrependimento de Jobs. Deixo pra você suas últimas palavras: “Por sua vez Deus permitiu sentirmos e multiplicarmos o amor. E o que vou levar comigo são essas lembranças que o amor fortaleceu. Esta é a verdadeira riqueza que te acompanhará e te dará a força e a luz para seguires em frente.”

O que Eclesiastes tem a dizer de Salomão e Steve Jobs

Tempo de leitura: 9 min