O que as pessoas vão dizer de você em seu funeral?

A perspectiva e visão da morte torna os homens grandes filósofos. Um deles, o sábio Salomão declarou que é melhor ir a um funeral do que a uma festa. No funeral somos forçados a nos lembrar que a morte é o destino de todos os mortais. Ter uma reflexão forçada sobre a vida é melhor do que não ter nenhuma. Na semana passada o Brasil foi surpreendido com a morte do ator, diretor e crítico de cinema José Wilker. Amigos e familiares se disseram surpresos com a morte de Wilker, o Brasil ainda não se acostumou com a idéia da morte de tão talentoso e carismático ator.

Querido, é justamente por conta destas surpresas, que vou fazer-te três perguntas de foro intimo, como você imagina que será seu funeral? Já imaginou o que as pessoas vão falar no seu enterro? Qual seria a sua última vontade e o que gostaria que estivesse escrito no seu epitáfio?

Você sabe o que é epitáfio? Epitáfio é uma inscrição num tumulo, um breve elogio fúnebre. Creio que você não quer elogios desta natureza tão cedo, não é verdade? Clique aqui para ver e ouvir a canção Epitáfio dos Titãs, volto logo para continuarmos nosso bate papo.

Voltei. Fui a poucos funerais, não é uma coisa agradável de acompanhar, mas necessário. Nestas ocasiões a dor da perda está latente, mas é a última oportunidade de darmos um adeus, de demonstrarmos que a pessoa que partiu foi de algum modo significativa para nós.

Quem vai estar no seu funeral?

funeral
Vês, ninguém assistiu ao formidável Enterro de tua última quimera Somente a ingratidão, esta pantera Foi tua companheira inseparável Versos Intimos de Augusto dos Anjos

Quem você imagina que vai estar no seu funeral? Tudo bem, tudo bem! Você não imaginou isto, não conta com esta possibilidade. Mas suponhamos que vão lá estar presente seus familiares, amigos, colegas de trabalho, vizinhos e curiosos, é provável que esteja também aquela pessoa de quem você não gosta. Você, mesmo não querendo vai ser o centro das atenções. Será o alvo dos comentários e observações.

A respeito da dor e da angústia, as pessoas comentam amenidades, vão relembrar fatos te envolvendo, destacando as suas relações sociais. Os conflitos e diferenças são esquecidas, suas qualidades serão verbalizadas e potencializadas para que todos ouçam; “ali está um que foi bom pai, bom irmão, bom marido, bom chefe, bom filho, um homem responsável e trabalhador”. (O personagem está no gênero masculino, mas vale igualmente para o gênero feminino)

Nestas ocasiões não haverá ninguém falando do tanto de dinheiro que você ganhou ou coisa desta natureza. Nenhuma palavra sobre prêmios ou reconhecimento, nada dos seus fracassos que foram convenientemente esquecidos. As pessoas falarão de você, do seu dia-a-dia. Algumas continuarão a guardar no fundo do coração o verdadeiro sentimento em relação a você.

Pode ser que seu cachorro esteja lá em um canto amuado, e pode ser possível que seja o único que verdadeiramente sinta a sua partida e quem de fato te conheça intimamente. Por inúmeras vezes seus olhares se encontraram e você murmurou “Meu Deus, me ajude a ser a pessoa que meu cachorro pensa que eu sou!”

Se pudesse, você mudaria sua vida?

Suponhamos que você ouça tudo o que dizem de você no seu funeral, o que você faria caso tornasse a vida com mais este conhecimento acumulado? Que rumo gostaria que sua vida tomasse a partir de agora? Vê, que te apresentei tantas perguntas até agora e não te apresentei nenhuma resposta, nenhumazinha qualquer.

E isto tem um sentido, eu desejo que você tenha a resposta. Este artigo é uma reflexão que você e eu fazemos. É numa ocasião extrema como esta que somos perfeitos, bons e merecedores do amor de todos. Mas será que fomos bons o suficiente para receber o elogio de Jesus Cristo na chegada do outro lado?

Você ouviu todos os comentários ditos a seu respeito, mas será que eles expressam o seu verdadeiro caráter? Eles tem peso suficiente para te justificar diante de Deus?

Imagino que um religioso seja chamado para apresentar um consolo espiritual. No Yahoo Respostas tem uma questão semelhante a esta que proponho: Você já parou para pensar o que vão dizer de você no seu funeral? A imagem abaixo, apresenta a gafe que um pastor cometeu, leia com atenção.

funeral

Deixe-me te dizer uma coisa querido, relacionamento e caráter, boa posição social, ser uma pessoa justa e equilibrada não faz de ninguém uma pessoa salva em Jesus Cristo, não dá a ninguém o passaporte para a vida eterna. Somente o crê e seguir a Jesus tem este poder sobrenatural. Relembre comigo a história do jovem insensato:

“E direi a mim mesmo: Você tem grande quantidade de bens, armazenados para muitos anos. Descanse, coma, beba e alegre-se”. Contudo, Deus lhe disse: “Insensato! Esta mesma noite a sua vida lhe será exigida. Então, quem ficará com o que você preparou”? Lc 12. 19-20

O que importa é seu relacionamento com Deus

O que importa nesta vida é relacionamento com Deus. Sucesso em qualquer outra área da vida não vai compensar ou substituir sua vida eterna. Você pode falhar como pai, irmão, marido, filho, patrão ou chefe. Mas nunca, nunca falhe como Filho redimido de Deus através de Jesus Cristo. No seu funeral pode ser que alguém lembre que você negligenciou esposa e filhos, mas que nunca negligenciou o seu Salvador.

Deixe-me te dizer uma coisa: não que eu esteja afirmando que as relações sociais e familiares sejam de menos importância que a fé em Jesus. Não querido, o que estou afirmando é que tem uma coisa mais importante a ser ouvida por você e dita diretamente por Deus: O senhor respondeu: ‘Muito bem, servo bom e fiel! Você foi fiel no pouco; eu o porei sobre o muito. Venha e participe da alegria do seu senhor! Mt 25. 21

Ouvir essas palavras significa entrar de posse da vida eterna. Todas as demais palavras ditas no seu funeral ficaram circunscritas a esta vida terrena. Ouvir Jesus convidando a entrar de posse da vida eterna faz nos concentrar no que realmente é importante. Antes de prosseguirmos, gostaria que visse este vídeo encantador, que tem profunda relação com o nosso tema.

Você entre duas escolhas

Podemos ganhar o mundo e perder a nossa alma. Nós podemos ir atrás de riquezas e perder relacionamentos. Podemos buscar o sucesso em detrimento do caráter. Então, eu quero responder satisfatoriamente a pergunta que Jesus me fizer após o meu funeral: “quem ficará com o que você preparou?” Responderei, imitando a Paulo: “Mas o que para mim era lucro, passei a considerar perda, por causa de Cristo. Mais do que isso, considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por cuja causa perdi todas as coisas.

Eu as considero como esterco para poder ganhar a Cristo e ser encontrado nele, não tendo a minha própria justiça que procede da lei, mas a que vem mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus e se baseia na fé”. Fp 3. 7-9

Temas Relacionado:

Foi bom termos feito esta reflexão. Afirmo que o que escrevi aqui vale tanto para você, quanto para mim. Gostaria que registrasse a sua opinião a respeito deste assunto, faça-o na área de comentários logo abaixo. Que tal compartilhar este artigo com aquela pessoa que é especial para você?

O que as pessoas vão dizer de você em seu funeral?

Tempo de leitura: 5 min