O filme Noé mistifica e deturpa a Bíblia (você assistiu?)

Ontem à noite fui ao cinema assistir o filme Noé. Havia visto o trailer e imaginei que seria um filme grandioso e inspirado na Bíblia, algo épico, mas me decepcionei. De épico nada tem, de bíblico muito menos. Você que começou a ler esse artigo e pode ter pensado: “Ai! lá vem mais um fanático religioso querendo pregar, e blá blá blá!”Se você pensou isso, por favor, nem continue lendo.

As pessoas que me conhece sabem minha opinião sobre Deus e sobre religião. O Filme Noé é inteiramente deturpado, isso quando não é completamente mentiroso. Vamos a alguns pontos:

1 – A pior mentira do Filme: Os anjos caídos, que segundo a Bíblia são demônios, no filme são seres que decidiram sair do céu para ajudar Adão e Eva quando foram expulsos do Éden, e são chamados de “guardiões”.

No decorrer do filme esses guardiões, se tornam seres amigáveis e ajudam Noé a construir a Arca, que caras legais não é? E pra quem viu o trailer e assim como eu se arrepiou com a parte em que Noé (Russel Crowe) é confrontado por um Inimigo que diz: “Tenho soldados à minha disposição e você sozinho me desafia?”, Noé Responde: “Eu não estou sozinho!”

Uaaaaau! Sim, óbvio que todos nós pensamos que ele estava referindo-se a Deus, mas não, ele não estava! Quando ele diz isso, por trás dele surgem os “guardiões” (ou demônios, como você achar melhor). Naquele momento eu me senti completamente enganado por um trailer meticulosamente montado para atrair pessoas a verem algo que não é o que parece.

Razões porque não gostei de Noé

noé

2 – A Bíblia diz que Noé e seus filhos entraram na Arca com suas respectivas esposas. No filme Noé é inspirado por “deus” (em minúscula, pois desconheço o deus do filme) a construir a Arca e nela colocar os animais e seus familiares. Sua família no entanto não poderia sobreviver, pois depois que cumprissem sua tarefa pereceriam e morreriam (seria a vontade de “deus”).

Sem terem descendentes, pois Ila (Emma Watson), mulher de Sem, filho de Noé, era estéril. E Jaffe e Cam entraram sem esposas e por isso não teriam filhos.

3 – Noé no filme é apresentado no começo como sendo um bom homem, justo e fiel à Deus, mas com o decorrer da trama ele começa a se tornar tirano, intolerável e psicopata, e tudo inspirado por “deus”.

4 – O Líder dos guardiões se chama: Samyaza, mesmo nome usado no livro apócrifo de Enoque para descrever o líder dos anjos que se rebelaram contra Deus, cujo nome sabemos que é Satanás. Sim, é sério.

No filme esse “guardião” que ajuda Noé a construir e defender a Arca, é atacado pelos inimigos e antes de morrer pede perdão a “deus” e é levado ao céu. Exatamente o que você esta pensando: Lúcifer foi perdoado por “deus” e voltou ao céu.

Temas Relacionados:

Caso você queira ver este filme para saber um pouco mais da vida de Noé, recomendo que não vá, pois o filme confunde licença poética com deturpação. As Sagradas Escrituras, fonte de inspiração do filme são violentamente deturpadas e penso que você não vai gostar de ver a sua fé ser confrontada de forma gratuita, não é mesmo?

Mas, caso queira ver o filme como fonte de entretenimento ignorando a sua fé e valores cristãos, a decisão é sua.  Junior Virginio

O filme Noé mistifica e deturpa a Bíblia (você assistiu?)

Tempo de leitura: 3 min