O caminho revelado da benção de Deus

O titulo chama a atenção, não é mesmo? Afinal todos querem a benção de Deus, pois as Sagradas Escrituras asseguram que a benção de Deus é que enriquece e não causa dores. Esperamos que Deus lhe cubra de toda sorte de benefícios e bençãos. A seguir o caminho revelado da bendição de Deus.

O Senhor falava ao meu coração a respeito do irmão que se ele entendesse o que Deus fez na sua vida, Deus poderia levá-lo à riqueza. Deus me revelou que poderia enriquecer aquele irmão, literalmente, mas ele não está cumprindo a lei bíblica de emprestar e não tomar emprestado.

Se você emprestar você não vai tomar emprestado. Se você tomar emprestado você não vai emprestar. Das duas uma, qual é a melhor? Atos 20. 35, ainda diz: “Em tudo o que fiz, mostrei-lhes que mediante trabalho árduo devemos ajudar os fracos, lembrando as palavras do próprio Senhor Jesus, que disse: Há maior felicidade em dar do que em receber”

A benção de Deus é que enriquece

benção de deus
A benção de Deus é que enriquece e não acrescenta dores

Há maior felicidade em dar do que em receber. Olhe o que a Bíblia diz, na verdade não é nem pra emprestar, é pra dar. Quem der vai ser mais feliz que aquele que recebe. Se emprestar não estou pecando, mas se der, estou fazendo melhor ainda, do que emprestar.

A teu irmão não emprestarás com juros, nem dinheiro, nem comida, nem qualquer coisa que se empreste com juros. Ao estranho emprestarás com juros, porém a teu irmão não emprestarás com juros; para que o Senhor teu Deus te abençoe em tudo que puseres a tua mão, na terra a qual vais a possuir. Dt 23. 19-20

Esse ensino para os judeus é muito claro. Ao irmão israelita, a pessoa da mesma terra, não deveria emprestar a juros, mas Deus permitiu cobrar juros do estrangeiro. Hoje, diríamos da seguinte forma: ao irmão na fé, emprestamos, mas não a juros, mas aquele que não é da nossa fé, podemos, autorizados por Deus a emprestar a juros. Crente não empresta para outro crente a juros. A promessa de emprestar a muitos e não tomar emprestado, é visionário e serve-nos também como ilustração do que Deus quer fazer. Essa promessa é um exemplo, que aquele que tem fé – como eu – pode levar ao pé da letra.

O dom da liberalidade

Por outro lado, conheço gente que tem o dom da liberalidade: “O dom do Espírito para dar liberalmente, com alegria, e com regularidade às necessidades da igreja e de indivíduos. Todos são chamados a dar, mas o dom capacita para mais.” Liberalidade é o dom de Deus, a capacitação de Deus, para indivíduos que ajudam os irmãos e à igreja. Isso é dom.

Um testemunho, verdadeiro e recente, dentre outros, é o de um irmão que veio de outra cidade, porque Deus lhe inspirou, enquanto orava para sair de casa e foi à casa de um irmão que estava muito necessitado. Chegou a hora em que o irmão estava mais em crise, com a despensa vazia e sem gás. Se tivesse gás não teria comida para fazer, se tivesse comida não tinha gás.

Temas Relacionado:

O irmão não emprestou, ele deu. Há duvidas que Deus vai abençoar muito esse irmão, que deu? Eu não tenho nenhuma. Isso é dom e não é pra todo mundo. Mas é para todo aquele que tiver fé – assim como eu.

Paulo Sérgio Lários

Paulo Sérgio é Presbitero, tecnico de informática e escritor

O caminho revelado da benção de Deus

Tempo de leitura: 3 min