Howard Gardner e os 10 homens mais inteligentes da Bíblia

Caso pedisse a você para elaborar uma lista de os 10 homens mais inteligentes da Bíblia, quem você colocaria em primeiro lugar? Sim, é bem provável que você indicasse a Jesus ou a Salomão. Ta bom, suponhamos que você apresente a Jesus em primeiro lugar e a Salomão em segundo. Ainda assim penso que você encontraria dificuldades para enumerar Os 10 homens mais inteligentes da Bíblia. Antes de prosseguirmos, apresentaremos as diferenças entre inteligência e sabedoria.

A inteligência é um conjunto de funções mentais que envolvem memória, imaginação, juízo, raciocínio, abstração e concepção, tendo por função perceber e compreender uma situação e escolher entre várias alternativas, se adaptando a diferentes situações.

A inteligência possibilita apresentar um resultado satisfatório na resolução de problemas ou simplesmente ser aplicada na vida cotidiana.

Quanto a sabedoria está abertamente associada à humildade, a temperança e ao auto-equilibrio emocional. O sábio é o que aprende com os exemplos, sejam bons ou ruins, que não se apressa para tomar decisões.

Jesus foi um caso clássico de pessoa sabia, digamos que Jesus foi mais sábio que inteligente. Imaginemos a cena em que Ele escreve na terra. Seus interlocutores pressionando para que respondesse a pergunta formulada. Jesus ganhava tempo, consultava seus arquivos mentais.

Quando veio a resposta, esta desnorteou seus inquisidores, visto que eles foram confrontados com sua memória, com seus comportamentos mesquinhos e demagógicos. Em vista do exposto, e numa comparação entre inteligência e sabedoria, concluímos que o sábio acerta mais e erra menos.

A diferença entre o sábio e o ignorante

Feito este prólogo, queremos esclarecer que aquele conceito de QI, (Quociente de inteligência), comumente usado para avaliar as capacidades cognitivas de uma pessoa, não vale mais. É comum presenciar pessoas que tem um QI elevado, e ser considerado um rematado idiota em determinas disciplinas.

Um exemplo clássico foi Albert Einstein, que na escola foi um aluno medíocre. Psicólogos e pesquisadores intrigavam-se com o fato de haver pessoas que obtinham resultados medíocres nos testes de QI, mas que eram pessoas de relativo sucesso na vida.

Essas pessoas eram determinadas, focadas em seus objetivos e disciplinadas, o que contrariava os resultados dos testes de QI que anteriormente lhes fora aplicado. Esta situação intrigava a estes profissionais, e a resposta apontava numa única direção, existe múltiplas inteligências. Antes de prosseguir, gostaria que você visse o vídeo abaixo, de Augusto Cury – O código da inteligência.

Então, uma nova metodologia de aferição de inteligência foi desenvolvida pelo psicólogo Howard Gardner, que desenvolveu a teoria dos sete tipos de inteligência. Segundo Gardner todas as pessoas têm um pouco dos sete tipos, sendo que um deles sempre estará em evidência.

Gardner e os 10 mais inteligentes da Bíblia

Para classificar Os 10 homens mais inteligentes da Bíblia, vamos usar o conceito de Howard Gardner. A ordem em que cada personagem vai aparecer na nossa definição não significa que na nossa ótica ela é mais inteligente do que quem esta abaixo dela.

Exemplo: A personalidade que aparece no 3º lugar não significa em nossa opinião que seja mais inteligente do que quem aparece em 8º. Seguindo o conceito de múltiplas inteligências de Howard Gardner, vamos fazer um passeio pela Bíblia e definir Os 10 homens mais inteligentes da Bíblia. Você vai se surpreender! Antes de prosseguirmos, um informe e uma revelação: Informe, sempre que fizermos alguma menção bíblica, tomaremos como base a Nova Versão Internacional.

Quanto a revelação, deixaremos a Salomão de fora desta lista.  Para os que afirmam e o consideram o homem mais inteligente da Bíblia, não concordo, e apresento as razões. Para quem tiver curiosidade de saber mais de Salomão veja o que Eclesiastes tem a dizer de Salomão e Steve Jobs. Digo mais, reconheço que Salomão foi um grande entusiasta da filosofia ilusória e mortal da prosperidade.

Salomão foi bem sucedido, inteligente, revolucionário e visionário. Mas também era um cético. Ele ignorou uma regra básica da vida, que a felicidade plena não consiste apenas em desfrutar das coisas que a vida pode oferecer. Felizmente no fim dos seus dias, reconheceu seu erro.

Inteligência Linguística

mais inteligentes da Bíblia
Como é feliz o homem que acha a sabedoria, o homem que obtém entendimento

Os portadores da inteligência linguística têm grandes facilidades de expressão, seja na forma escrita ou oral. É a inteligência dos poetas, escritores, oradores e professores. Os elementos centrais da inteligência linguística são a sensibilidade para perceber e interpretar as diferentes funções da linguagem, usando-a para convencer, estimular, persuadir e transmitir idéias.

Gamaliel, exímio doutor da Lei, se enquadra perfeitamente bem como portador da inteligência linguística. Gamaliel foi mestre do apostolo Paulo, que afirmou ter sido instruído rigorosamente pelo insigne erudito. A Bíblia afirma que ele interveio numa questão que representava grande perigo para o incipiente movimento cristão. O resultado foi que, sua intervenção deixou contente à ambas as partes envolvidas no conflito.

Os integrantes do Sinédrio gostaram da idéia de Gamaliel e resolveram açoitar e admoestar os discípulos a terem uma mudança de conduta. Quanto aos discípulos saíram com o coro ardendo, mas em liberdade e felizes com a intervenção do homem que o livro de Atos aponta como sendo respeitado por todo o povo.  Atos 5. 34-40

Vamos chamar para figurar junto de Gamaliel o esforçado Apolo. Vamos colocar-lo na segunda posição de Os 10 homens mais inteligentes da Bíblia. Apolo era natural de Alexandria, sendo um homem culto e com grande conhecimento das Escrituras. Frequentemente o apostolo Paulo faz menção positiva de Apolo.

Embora a presença e sombra de Apolo, causasse rivalidade no seio da comunidade cristã, pois havia quem dizia ser de Paulo, outros se declaravam de Apolo, uma parcela se declarava por Pedro e havia quem afirmasse ser de Cristo.

Estes últimos, de postura mais grave, rejeitavam veementemente ensinos de outros, acreditando ser eles próprios os portadores da luz. O próprio Paulo dá a entender que Apolo tinha mais crédito, pois era quem efetivamente cuidava da parte do ensino. Atos 18. 24-28 e 1 Co 3. 4-6

Moisés, 40 anos aprendendo que Deus é tudo…

mais inteligentes da Bíblia
Os 10 homens mais inteligentes da Bíblia

Por questão de justiça temos de colocar aqui nesta lista o fabuloso Moisés. O legislador de Israel possuía uma acurada inteligência linguística. Moisés viveu 120 anos e destes, passou 40 anos no Egito aprendendo a ser tudo, outros quarenta no deserto aprendendo a ser nada e os últimos quarenta anos aprendendo que Deus é tudo.

A Bíblia declara que Moisés foi poderoso em palavras e obras. Através delas realizou grandes feitos. Mas para os propósitos de Deus ainda não era o suficiente. Ele haveria de passar por um segundo período de quarenta anos, desta vez, no deserto, aprendendo a ser tolerante, a ser compassivo, quebrantando o seu orgulho.

Quarenta anos aprendendo a ser nada. Mas Moisés estava adquirindo sabedoria na escola de Deus. O terceiro período de quarenta anos da vida de Moisés, ele estava apto para fazer a obra de Deus. Deus lhe disse: “Vai, livra meu povo”. Estevão testemunha dele em Atos 7. 36 afirmando categoricamente: “Moisés os tirou de lá, fazendo maravilhas e sinais no Egito, no mar Vermelho e no deserto durante quarenta anos”

Então concordamos que Moisés está com justiça na lista de Os 10 homens mais inteligentes da Bíblia. Então Moisés fica em terceiro lugar, mas lembre-se, isto é detalhe. O que vale é a informação. Quando concluirmos nossa lista, você pode criar sua própria classificação. Prossigamos então para o próximo tópico.

Inteligência Lógica

mais inteligentes da Bíblia

Também chamada de Inteligência lógico-matemática. A pessoa com esse perfil tem elevada capacidade de memória e talento para lidar com matemática e lógica em geral. Esse tipo de inteligência envolve o contato com os números e a alta capacidade de raciocínio e interpretação de fatos, do calculo, e na conseqüente explicação para fatos aparentemente sem solução para outras pessoas.

É o sujeito que brinca com o quebra cabeça, que desdém do cubo mágico. É a pessoa que encontra solução onde parece estar tudo perdido. Aqui, a parada vai ser dura, pois temos duas personagens nas Sagradas Escrituras com estas características. José e Daniel. Vamos citar os dois.

Vamos colocar a José como sendo a quarta pessoa dentre Os 10 homens mais inteligentes da Bíblia. José foi figura proeminente na história dos Hebreus. Ainda jovem fora vendido ao Egito. E em tudo o que ele colocava a mão, prosperava.

Foi assim na casa de Potifar, na prisão e por ultimo foi levado a presença de Faraó para interpretar sonhos que os sábios e adivinhos do reino não fora capaz de apresentar a mais ligeira idéia do que poderia significar. Tantos desafios e a todos José venceu com galhardia. Mas agora, na frente do governo do Egito, novos desafios.

O Egito daquele tempo era uma potencia mundial. José administrou o reino, mitigou a fome repartindo os viveres a população conforme a demanda, ainda acumulando um bom patrimônio para o Estado e fortificando-o. José era especialmente dotado da inteligência lógica.

Daniel, estudioso, calculista e disciplinado

Daniel é das personagens mais admiradas da Bíblia. Os motivos são muitos, dentre eles, fé, coragem e determinação em servir a Deus. Aliados a esta qualidade, Daniel possuía grande inteligência lógico-matemática. O relato bíblico a respeito de Daniel coloca a ele e seus amigos avaliados pelo rei Nabucodonosor como sendo 10 vezes sábios que todos os magos e adivinhos do Reino. Daniel e seus amigos eram rapazes recém saídos da adolescência.

Nabucodonosor estava encantado com os hebreus, mais ainda por Daniel por este ter uma particularidade, o saber interpretar sonhos e visões. Mas isto não foi assim de graça. Não, não, não foi. O homem era um estudioso, calculista, disciplinado, organizado e metódico, o que o elevava cada vez mais no reino, chegando a ser uma das principais figuras políticas no reino da Babilônia.

Seus adversários procuravam por todos os meios faze-lo tropeçar, buscava a sua morte impiedosamente, buscando questões relacionadas a sua fé para incriminá-lo. Em todas as ocasiões Daniel teve o livramento de Deus. Então na nossa lista Daniel é o quinto mais inteligente. 

Inteligência Motora

A inteligência Motora também é conhecida por Corporal-cinestésica. Este tipo de inteligência está vinculada a pessoas que tem pleno domínio de suas funções corporais, na habilidade de execução de movimentos que requer força, equilíbrio, flexibilidade, destreza e noções de espaço, tais como: altura, largura e profundidade.

Duas outras características marcantes percebidas são a elevada auto-estima e a incrível capacidade de manusear objetos. Na nossa lista de Os 10 homens mais inteligentes da Bíblia, Sansão ocupa o sexto lugar. O cabeludo tinha uma força descomunal, e era um pé no saco na vida dos filisteus, acarretando ao exercito inimigo consideráveis perdas.

Mas pense bem, a força por si só não livraria a Sansão, caso ele não tivesse a destreza e agilidade para desviar-se de objetos lançados contra ele, se esquivando dos golpes desferidos pelos adversários. A habilidade em manusear objetos fez com que Sansão em um momento em que estava acuado lançasse mão de uma queixada de jumento.

Nas mãos do impulsivo Sansão a queixada foi uma arma mortal, causando a morte de mil homens. Claro que a elevada capacidade pulmonar inerente a inteligência motora dava a Sansão fôlego suficiente para combater durante horas.

Aqui uma ligeira menção a Benaia, soldado do exercito de Davi, tendo recebido menção honrosa como sendo um dos 37 valentes de Davi. O valente Benaia chegou a ser o Comandante Supremo do exercito de Israel. Consultar 2 Samuel 23. 20-22 e I Reis 2. 35

Inteligência Espacial

Howard Gardner descreve a inteligência espacial como a capacidade de percepção do mundo visual e espacial de forma precisa. É a habilidade para criar formas ou objetos mentalmente, e a partir desta condição mental, criar representação destes objetos.

Continuando nossa lista de Os 10 homens mais inteligentes da Bíblia colocaremos Hurão no 7º lugar. O contemporâneo de Salomão foi tido por homem extremamente hábil e experiente, e sabia fazer todo tipo de trabalho em bronze. Devido a estas qualidades Salomão trouxe o esforçado Hurão de Tiro para trabalhar na confecção de todos os utensílios do Templo.

Outra personagem que merece destaque por sua inteligência espacial é Bezalel, que possuía destreza e habilidade. Bezalel, Aoliabe e seus companheiros, igualmente inteligentes e capazes foram chamados por Moisés para trabalharem na construção do Santuário e objetos. Ex 36. 1,2

Inteligência Musical

Pessoas dotadas de inteligência musical têm grande intimidade com os sons, identificando diferentes padrões e notas musicais. Numa orquestra é capaz de reconhecer os diversos instrumentos em execução, percebendo cada função de determinado instrumento.

Estas pessoas têm facilidade para compor musicas, ler partituras e tocar instrumentos musicais sem nem mesmo haver frequentado uma escola ou conservatório musical. É uma das mais belas artes. Admiro pessoas com este tipo de inteligência, chego a acreditar ser um dom.

Asafe aparece aqui na nossa lista na oitava colocação. Asafe era Ministro de louvor e levita que abrilhantava as cerimônias e festejos do Templo com a sua musica e maestria na execução de diversos instrumentos, dentre eles a harpa, o alaúde e o címbalo.

Os belos e poéticos salmos de Asafe

Na Bíblia há 12 Salmos belíssimos de Asafe, alguns de belíssima reflexão nascidas da experiência do musico com Deus. Nos Salmos 73, Asafe passou a considerar a prosperidade dos ímpios, ele mesmo testifica que por duvidar da justiça e bondade de Deus, andou amargurado e cheio de duvidas. Felizmente, quando entrou na Casa de Deus para o louvor, percebeu a graça e a misericórdia que estava sobre ele.

Vou transcrever abaixo trecho do artigo o homem de quem Deus se apoderou, do blog Só sabe quem sente, que retrata o excelente trabalho que Asafe realizou, criando um verdadeiro conservatório musical.

“Eram 4 mil levitas, que, em 24 turnos, louvavam continuamente o Senhor com instrumentos fabricados por ordem do rei para esse fim. A maior parte era formada de iniciantes, que aprendiam música com os mais competentes. Era uma verdadeira escola de música sacra. Seus filhos faziam parte do corpo docente, 288 mestres ao todo. Os filhos de Asafe escreveram doze dos 150 salmos que estão na Bíblia (os onze primeiros do livro terceiro e o salmo 50)”.

Inteligência Interpessoal

A inteligência interpessoal está creditada a pessoas que tem uma capacidade natural de liderança, são pessoas práticas, produtivas e que sempre conseguem extrair o melhor das pessoas em termos de estimulação e resultados. Estas pessoas tem a extrema capacidade de organizar e liderar grupos, de distribuir tarefas e obter resultados práticos. Também podemos seguramente afirmar que Neemias é um líder de todos os tempos devido a sua incrível inteligência interpessoal.

Josué aparece na nona posição da nossa lista de os 10 homens mais inteligentes da Bíblia. Josué era um general de campo avançado de Moisés, era quem efetivamente comandava as tropas de Israel contra os inimigos.

A inteligência interpessoal de Josué o levava a empregar táticas muitas vezes ousadas, porém, frutíferas e seguras. Sabia o momento certo de avançar e recuar. Sabia delegar tarefas como no caso dos espiões enviados a Jericó. Além de tudo isto, sabemos que Josué era um aluno aplicado, pois não arredava pé de junto de Moisés, jamais se ausentava da tenda (Ex 33. 1). Um dos maiores feitos de Moises foi ter deixado (formado), um líder a sua altura para substituí-lo.

Inteligência Intrapessoal

A inteligência intrapessoal é das mais raras e difíceis de ser avaliadas, isto por conta de ser mais introspectiva. O inteligente intrapessoal tem a facilidade de identificar e compreender as suas próprias emoções, não alimentando expectativas surreais. São pessoas que se conhecem (no intimo) e conhecem aos outros. Devido a estes conhecimentos, a resolução de conflitos fica no campo das idéias, dos debates.

O inteligente intrapessoal nunca impõe a sua vontade, mas procura conhecer as motivações e interesses do seu interlocutor. Respeita e é respeitado.

Comentei com o meu amigo Pr. Jorge Rodrigues que pensava em criar o artigo os 10 homens mais inteligentes da Bíblia. Nesta interlocução, ele me lembrou uma personagem que por mim não figuraria nesta lista, o paciente Jó. Mas, devido a conversa que tivemos, passei a considerar em colocar a Jó no primeiro posto, mas lembre-se que disse que a ordem em que as personagens aparecem aqui não as classifica como sendo mais ou menos inteligentes.

As atitudes vencedoras de Jó

Todo mundo conhece e admira Jó por sua paciência, mas esta deriva da sua inteligência intrapessoal. Senão vejamos alguns fatos. Jó, de riquíssimo que era, de repente passou a ser um remediado, tendo perdido tudo, ficou a ele somente uma casa e alguns poucos servos e uma mulher que perturbava mais que baile funk.

Já imaginou, o cabra ta lá, cheio de chagas, com inúmeras doenças, de repente o mundo lhe caindo na cabeça e ainda ter uma mulher que ficava dia e noite maldizendo, reclamando? Jó tirou isto de letra, sabia das circunstâncias desfavoráveis que o envolvia. Por sua inteligência intrapessoal Jó teve atitudes consideradas vencedoras.

O inteligente intrapessoal (ou também chamada de inteligência emocional), não culpa a outros por seus infortúnios, sabe que os dias bons e ruins se sucedem. Em dado momento, Jó declarou confiante “Eu sei que o meu Redentor vive, e que no fim se levantará sobre a terra. Jó 19. 36”.

Com sua atitude e seu auto-controle Jó salvou seu casamento, isto sem precisar frequentar a Escola do Amor, (programa de TV transmitido pela Record). Como afirmei parágrafos acima, o inteligente intrapessoal não impõe as suas idéias sem um debate, e no livro de Jó temos os maiores debates.

Os amigos de Jó não compreendiam sua situação e o acusava de pecado, de haver se esquecido de Deus e outras coisas mais. Por fim, Jó por sua resiliência teve a vitória, o seu ultimo estado foi mais glorioso que o primeiro.

As Sagradas Escrituras são de uma riqueza impar, concluímos nossa lista de os 10 homens mais inteligentes da Bíblia. Claro, que fiquei aqui querendo arrumar um jeito de colocar a Herodes nesta lista, por considera-lo como sendo dos mais inteligentes (e maldoso) personagens bíblicos.

Temas Relacionado:

Outro que queria ver figurar nesta lista seria Josafá, rei de Judá, homem de grandes realizações e façanhas militares. Igualmente nesta galeria cabe o rei Uzias de Judá, homem de grandes feitos.

E então, você concorda com a nossa lista dos homens mais inteligentes da Biblia? Deixe a sua opinião nos comentários, a sua participação vai enriquecer o debate.

Howard Gardner e os 10 homens mais inteligentes da Bíblia

Tempo de leitura: 14 min