Conheça a diferença entre Exegese e a Eisegese

Um dos fundamentos do pregador e daqueles que ensinam é saberem interpretar os textos sagrados, no seu ofício ministerial se torna uma obrigação fazê-lo. E são muitos que usando o púlpito cometem erros de interpretações sem olhar as consequências do que pode acontecer na vida da Igreja.

Falando dessa falta de lógica interpretativa, quais os problemas, e como identificar um ministro cometendo erros absurdos? Quem pratica as técnicas  da exegese, saberá discernir se alguém está aplicando ao texto fiel o que diz a lógica de interpretação.

A Exegese tem como fundamento extrair do texto de forma explicita aquilo que contém no mesmo, sem que se tire ou exclua aquilo que nele contém. Isso significa que tudo o que contém no seu contexto são fundamentos irrevogáveis. Enquanto na “eisegese”, se alguém tenta ou coloca no “texto algo que não faz parte do texto”, se acrescenta, e em outras palavras força a Bíblia a dizer o que o autor não diz.

Na prática vemos isso acontecer nalguns programas evangélicos de algumas denominações. Pregadores que não pregam nada, e nem interpretam a Bíblia como diz a regra da exegese. Leem um texto e fora de seu contexto “coloca algo que jamais existe”, e com isso comete heresias.

A máxima dentro da lógica teológica é que a Bíblia interpreta-se a si mesma. O ministro ou pregador sempre terão dificuldade de compreender um texto, mas podem recorrer a “Hermenêutica e Exegese”. Dessa forma terá como entender o que diz o “texto num todo”. Recorrendo as regras far-se-á compreender o que Deus diz na sua Palavra.

exegese

A Bíblia é a Palavra de Deus. Ela não foi escrita para que alguns a tenham como um livro qualquer. Ela ser lida e compreendida de forma “peculiar”. Disse Pedro: “Nenhuma parte das escrituras é de particular interpretação”. Isso quer dizer que jamais devemos retirar elementos de um texto ou acrescentar-los.

Alguns pensam que está fazendo ou aplicando a Bíblia dentro da lógica da interpretação. É  por meio dessa lógica que se comete erro de exegese, fazendo com que haja eisegese,  usurpando o texto. Isto faz que algo que esteja ali sem a lógica de uma boa interpretação.

Temas Relacionado:

A intenção de quem usa interpretar a Bíblia fugindo dessa regra é fazer com que se locuplete da falta de compreensão de pessoas neófitas. A Exegese é a regra, nela podemos ler o texto e compreendê-lo dentro da lógica teológica.

José Roberto de Melo

Pr. José Roberto de Melo é Bacharel em Teologia, Professor, Escritor e Graduado em Direito

Conheça a diferença entre Exegese e a Eisegese

Tempo de leitura: 2 min