Como será a oração de um maconheiro com Deus

Uma coisa que tenho notado aqui no blog é o grande numero de visitas vindo dos buscadores com termos mais ou menos assim: “Tem problema fumar maconha sendo cristão?” Resolvi escrever este artigo não para criticar ou condenar quem fuma maconha e tem a vontade de servir a Deus.

O objetivo é imaginar situações do cotidiano cristão ou em momentos de intimidade de um maconheiro com Deus, na hora da oração, por exemplo. Antes de prosseguir, vou fazer algumas considerações a respeito da vontade de Deus.

Imagino que todo cristão viva situações em que fica angustiado para saber a vontade de Deus sobre determinada decisão que tem de tomar. O cristão que age assim, ama a Deus e tem a preocupação de servi-lo bem e quer colocar suas decisões pessoais nas mãos do Senhor.

As pessoas querem saber a vontade de Deus sobre os mais variados assuntos e circunstâncias, desde saber se aquele cigarrinho de maconha que ela tanto gosta faz mal ou não, até a um relacionamento amoroso incluindo aí à questões relacionadas a sair ou permanecer em um emprego.

Há alguns indicadores seguros a respeito da vontade de Deus. O apóstolo Paulo escrevendo aos Romanos registrou o que consideramos como a sendo perfeita, agradável vontade de Deus. Falando ao Filipenses, Paulo deixou dicas super importantes para nossas decisões cotidianas. Fp 4.8.

maconheiro

Há muita gente fumando maconha, pesquisa do LENAD – Levantamento Nacional de Álcool e Drogas apontou que cerca de 1,5 milhão de adolescentes e adultos usam maconha diariamente no Brasil. Dentre estes há muitos cristãos que sofrem o tormento diário tentando saber se o que estão fazendo é da vontade de Deus ou se há alguma coisa na Bíblia que condene esta prática.

Como afirmei, meu propósito é apresentar momentos e situações de intimidade de um maconheiro com Deus (não classifico de usuário. Usuário é o que usa esporadicamente). Então vamos apresentar a seguir cinco situações e diálogos de um maconheiro com Deus.

Oração de um maconheiro para aliviar sofrimento

Aew Sinhor, to chegando na humildade morô? Aew, to caretaço. To ae mor bad trip, vim pedir manow pra por uns panos, aew pega leve.

Na consagração

O pastor solicitou que a igreja fizesse uma consagração. O irmão maconheiro também quer participar, imagino assim a sua oração: Aew Sinhor, to ma maior larica, mas então, to aqui pro Manow resolver aquela parada lá, sei que o Sinhor é ponta firme e não vai dar guela. É nois!

Reclamando do irmão na oração

Pow Deus,  zé povinho é foda, só por que o manow é fariseu foi caguetar nois pro pastor, maior nóia do pastor dar um gelo em nóis, Mas aew, tem nada não, suave.

Na hora do louvor

Na hora do louvor ele está extasiado, bate palmas, canta e participa efusivamente do culto. Ele cutuca seu amigo ao lado e ambos comentam:

Ih, jão! Mor barato ta gelado, morou! Aew, este batera é fera hein mermão?

– Só, mas então, o mano é nosso parça. Vida loka, certooo?

No dia do seu batizado, o pastor o chama para descer as águas. Horas antes ele esteve com Deus em oração

Aew Sinhor, to no mor sussu, aew, o sinhor me salvou da sujeira. Aew manow, peço forças pra num estar mais com us mano da vida loka, mor chinfra. Suave, énóis!

E você, o que pensa deste assunto, antes de deixar sua opinião, veja o contexto em que escrevi. Nem todos os maconheiros tem o linguajar que expus.

Como será a oração de um maconheiro com Deus

Tempo de leitura: 2 min