Aimaaz, o mensageiro sem mensagem

Aimaaz, o mensageiro sem mensagem, tem a sua história contada em 2 Samuel 18. 19-33. O jovem Aimaaz é a figura de muitos pregadores que julgam ter uma mensagem para o povo, de fato até tem, mas falta o essencial. Acompanhe a seguir a narrativa. Davi teve um filho chamado Absalão, que quando cresceu se revoltou contra o pai e tentou ser rei no lugar de Davi. Esse texto que lemos agora, nos conta sobre a noticia da morte de Absalão.

Aimaaz, que era um dos mensageiros, se adiantou e disse a Joabe, general de Davi, que ele iria dizer que Deus havia se vingado dos inimigos do rei. Só que o inimigo era o filho de Davi, a noticia não era boa. Mas Joabe,  disse que Aimaaz não seria o mensageiro naquele, mas que outro o seria, porque o filho do rei estava morto.

Então Joabe, chamou um outro mensageiro e lhe disse ir falar ao rei tudo o que ele havia visto no dia de hoje. O outro mensageiro se ajoelhou e saiu correndo. Mas, Aimaaz insistiu que gostaria de ir, fosse de qualquer jeito.

Joabe ainda lhe perguntou, pra que ir, se não haverá recompensa pela noticia; a noticia é ruim. Mas ainda insistiu Aimaaz: correrei. E Joabe lhe disse então: então corre. Então Aimaaz correndo, ultrapassou o outro mensageiro. Chegando até a cidade onde estava Davi, a primeira pergunta do rei foi: vai bem o meu filho Absalão. Ai Aimaaz respondeu que quando Joabe o mandou ele havia visto um grande alvoroço, mas não sabia o que era.

E Davi lhe disse então para se por de lado, pois outro mensageiro chegara. Nisso o mensageiro mandado por Joabe, lhe transmitiu a noticia que Absalão morrera e o rei retirando-se chorou muito, dizendo: Absalão, meu filho, meu filho, Absalão.

Cartaz em branco, mensageiro sem mensagem…

mensageiro sem mensagem
Mulher segura cartaz sem nada escrito. Figura de muitos pregadores, que pregam e nada dizem em suas mensagens.

O livro de Jeremias me chama bastante atenção, assim como outras passagens da Bíblia, que nos mostram o chamado do homem de Deus. Estamos no capítulo 6 de Isaías, temos aqui o registro de cinco capítulos anteriores e só agora a Bíblia nos deixa entender que Deus o estava chamando para ser profeta de Deus. Isaías 6. 8, diz assim: “Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem irá por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim”.

Assim como Isaías, outros que já estavam na obra foram chamados depois de já estarem exercendo o cargo há algum tempo. Barnabé e Paulo já estavam na obra há aproximadamente 15 anos e só depois desse tempo foram chamados pelo Espírito Santo para o ministério de missões. Mas o chamado de Isaías nos mostra um fato importante: Deus tem uma mensagem para a humanidade. Entendemos que essa mensagem é o evangelho, é a palavra de Deus.

Os mensageiros de Deus

Deus tem seus mensageiros. Jeremias 3. 15 diz: “E vos darei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência”. É Deus quem levanta pastores que apascentem as suas ovelhas. E ainda há um adendo, esses pastores levantados por Deus apascentarão com ciência e inteligência.

E em Efésios 4:11 diz assim: “E ele deu uns como apóstolos, e outros como profetas, e outros como evangelistas, e outros como pastores e mestres”. Esses capacitados por Deus, segundo a obra de cada um, ou a fé dividida a cada um, sobre o exercício que ele deveria executar, foram dados por Deus, chamados e capacitados por Deus. Hoje vemos que pessoas com facilidade de falar em publico são elevadas a esses cargos.

Mas o que vemos é uma fabricação de teólogos e missionários para levar uma mensagem que não possuem. Curiosamente os seus diplomas teológicos lhes dão legitimidade onde não tem. Esses mensageiros com suas pseudoteologias são meros repetidores das palavras da Bíblia, mas não são mensageiros do Deus da Bíblia. Sobre esses declaradores da palavra de Deus Jr 23. 21-22 diz:

“Não mandei esses profetas, contudo eles foram correndo; não lhes falei a eles, todavia eles profetizaram. Mas se tivessem assistido ao meu concílio, então teriam feito o meu povo ouvir as minhas palavras, e o teriam desviado do seu mau caminho, e da maldade das suas ações.”

Interessante é que esses mesmos que foram sem serem mandados, poderiam ter ouvido a mensagem verdadeira e a anunciado. Mas Deus tem os seus verdadeiros mensageiros e a esse diz Jesus, em João 20. 21 Disse-lhes, então, Jesus segunda vez: “Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós”.

Aimaaz é símbolo do mensageiro sem mensagem

Aimaaz é símbolo do mensageiro que não tem mensagem. Mas dizer que Aimaaz não tinha mensagem não é toda a verdade. Ele sabia o que aconteceu, que Absalão morreu, mas quando Davi externou, com preocupação, sobre o seu filho, Aimaaz teve a perspicácia de perceber que ele não deveria ter dito que o moço era morto. Aimaaz era inteligente.

Temas Relacionados:

Ele não deveria ser o símbolo do pregador que não tem mensagem, pois mensagem ele tinha, mas ele se acovardou; ele deveria ser o símbolo do pregador covarde, isso sim; apesar de inteligente. Esse texto nos mostra dois tipos de mensageiros, o que realmente recebeu a ordem de levar uma mensagem e o que apesar de correr bem e ser mais esperto, não possui uma mensagem a relatar, ou então se acovarda na hora de fazê-lo.

Paulo Sérgio Lários

Paulo Sérgio é Presbitero, tecnico de informática e escritor

Aimaaz, o mensageiro sem mensagem

Tempo de leitura: 4 min