A verdade sobre os filmes de terror

O que se esconde por trás dos filmes de terror? Eu quero imaginar isso com vocês. Existe um plano maligno, onde portas podem ser liberadas na vida de quem assiste e podem até ser liberadas do mundo espiritual, para o material. Um dia estava orando e tive algumas visões de demônios. Em outra ocasião estava assistindo um filme de terror e vi um demônio igual ao da visão que tive.

Eu fiquei surpreendido na época, em ver um demônio igual ao que vi numa visão. Tentei lembrar se tinha visto algo assim no cinema. Por mais que me esforçasse eu não me lembrava, então a conclusão era uma só: o filme tinha inspiração maligna. Não era possível alguém imaginar com tanta riqueza de detalhes o que vi numa visão.

Uma porta é um caminho de acesso, onde algo, ou alguém sai de um ambiente, ou nível, para outro. A Bíblia diz assim a respeito de portas: “Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela”. Mateus 16:18.

As portas, o acesso maligno que poderá ter um dia sido liberado sobre nossa vida, se estivermos e nos mantivermos em Cristo, não prevalecerão sobre nós.

Estudo sobre filmes de comédia e terror

Uma pesquisa da Escola de Medicina da Universidade de Maryland, sustenta que assistir a filmes que fazem rir é bom para a saúde. O estudo aponta ainda que os filmes de guerra e terror causam estresse mental.

Ao observarmos a cronologia do cinema e especialmente do terror no cinema, notamos claramente que há um crescendo de malignidade ocorrendo; até chegar ao ponto do artigo acima, que diz que a partir da década de 1980, ficou difícil definir nas estantes da locadora o tipo de filme de terror. Terror a principio é o tipo de filme que dá medo.

Os primeiros filmes de terror

filmes de terror
Frankenstein: Entre anjos e demônios é uma co-produção australiana e estadunidense de 2014 baseada na graphic novel homônima de Kevin Grevioux, uma releitura steampunk da história de Frankenstein

Os primeiros filmes de terror, como Drácula e Frankestein, eram romantizados e por isso logo caíram no gosto do publico e fazem sucesso até hoje. Frankestein tem como premissa a idéia de que o homem poderia juntar pedaços de corpos de pessoas mortas e gerar uma consciência qualquer no que surgisse.

Erradamente diz-se que o monstro se chamava Frankestein. Não. Frankestein era o médico e o seu produto era o monstro de Frankestein. Esse filme brinca com a ideia de o homem, criarem um ser, sem a intervenção de Deus.

Drácula, por outro lado é a história de um Conde, que desviou-se da igreja e virou uma espécie de morto vivo, que sobrevive a partir de sangue humano. Pra isso ele tem que matar. Mas tanto Drácula, quanto Frankestein eram histórias de vida e de amor, por detrás do terror que invocavam ou provocavam.

Os Pássaros, de Alfred Hitchcock

filmes de terror

Os Pássaros, de Alfred Hitchcock é um tremendo filme de terror. No filme brinca-se com a idéia de que a natureza se revolta contra o homem. Imagine se isso ocorrer de verdade! Ainda assim o terror, ou suspense, era meio romantizado.

O terror mudou muito com filmes como O Bebê de Rosemary, assustador até hoje. O filme especificamente abriu portas demoníacas no mundo. Poderíamos dizer que há um antes e um depois desse filme. No filme uma jovem senhora casada fica grávida do Anticristo.

O diretor Roman Polanski recebeu ameaças de morte por levar ao cinema um filme que falasse sobre o anticristo. O compositor da trilha sonora morreu com um coágulo no cérebro, exatamente como o personagem do filme. A mulher de Polanski estava grávida de oito meses quando foi brutalmente assassinada pelo psicopata Charles Manson. O prédio em que o filme foi filmado, é o mesmo em que John Lennon foi assassinado.

Filmes de terror referências da década de 70

Dentro desses gêneros de filmes, existem alguns que são proibidos em vários países. Esses filmes são contrabandeados e assistidos por gente alucinada pelo terror. Existem apenas alguns, desses títulos de filmes negros no mundo, desde que o mundo é mundo. Eu não vou te dar o nome deles.

Mas o que ganha em malignidade como o numero um de todos os Gore, e olhe que essa categoria é a pior de todas a respeito de filmes de terror. A Serra Elétrica não é Gore, é fraquinho para ser Gore – imagine!

Tem o trailer circulando em algum lugar desse filme numero um de todos os filmes de terror – o numero um, olha só! – e o critico de cinema disse que ele era uma pessoa quando começou a assistir o filme e quando a sessão terminou, ele, disse que sabia, que a sua vida nunca mais seria a mesma, pelas coisas que o filme mostrou.

Esse tipo de filme de Terror é chamado de Filme Banido. Banido em vários países. Esse numero um é taxado de proibido pela Igreja Católica, em todo o mundo. Fiquei muito curioso e orei a Deus para assistir o trailer – não o filme – e a coisa não é brincadeira. É o inferno real. É além de assustador, o que alguns denominam de perturbador. Perturbador!

Tem mais dois filmes amaldiçoados

O filme O EXORCISTA, é um campeão em maldições, 13 no total. Tem tanta coisa que não dá para escrever aqui.

Atuk (este roteiro que circula há anos em Hollywood nunca foi filmado, mas é uma das maiores lendas urbanas da indústria. Atuk é uma comédia baseada em um livro de sucesso. O roteiro é sobre um guerreiro esquimó que tenta se adaptar a vida na cidade grande. John Belushi foi o primeiro ator escalado para o papel, mas morreu de overdose em 82.

Em seguida Sam Kinison foi convidado e começou a filmar, mas o filme teve problemas de financiamento, foi adiado e o ator morreu num acidente. John Candy foi então o escolhido, mas morreu do coração. Em seguida Chris Farley estava prestes a assinar quando – adivinhem – morreu de overdose em 97. Se eu fosse um comediante gordinho, passaria longe desse papel…) Quatro atores morreram só de se candidatar a serem os protagonistas desse filme. É muita coincidência.

Séries novas

Dentre as séries novas de filmes de terror, quero destacar duas, pra encerrar essa parte. Uma delas é:

American Horror History – Essa série ao não trazer novidades no tema, de certo modo, refaz o terror de outro, pois trata de todos os temas bizarros e horríveis do gênero. É uma sucessão infindável de uma cena terrível para outra pior, narradas de forma tão bem articulada, que a primeira vista não causa medo. O problema você só vai sentir, quando durante o dia sentir medo de ir a um lugar meio ermo.

Sinceramente, eu não sei aonde mais a malignidade pode crescer, em terror; praticamente já vimos de tudo, mas só que agora vemos com efeitos 3D, em histórias muito bem costuradas.

filmes de terror
Imagem – Cena do filme Poltergeist

Sobrenatural – Enquanto que American trata de muitos fatos do terror, que já vimos em um monte de outros filmes, Sobrenatural é uma série claramente endemoniada. Essa, eu comecei a assistir, mas de cara notei que é maligna demais e logo abandonei.

Os demônios se manifestam claramente no seriado, que é altamente perturbador. American se mostra perturbadora, não na hora, mas com o passar dos dias, naquela história que não lhe sai da mente. Apesar de entender que Deus me permitia assistir a série American Horror History, quem sabe, para que esse post viesse à existência, eu pedi perdão a Deus, por assisti-la.

Temas Relacionados:

Sobrenatural eu até tentei, mas é endemoniada demais. É uma série que é muito clara a idéia de Satanás a respeito do que ele quer com quem assiste a esses filmes: DOMINAR A MENTE.

Paulo Sérgio Lários

Paulo Sérgio é Presbitero, tecnico de informática e escritor

A verdade sobre os filmes de terror

Tempo de leitura: 6 min