A transformação do cristão

Têm-se a idéia de que a maior transformação que existe seja a da lagarta quando vira borboleta, mas não é. A maior transformação que existe é a do cristão. A borboleta passa por apenas uma fase até se transformar em borboleta. O cristão passa por muitas fases até chegar ao céu. Vamos meditar nisso? A pessoa que está no mundo ela é pescada pela igreja.

Portanto essa pessoa é um peixe, que o pescador pescou. Tirada da água, pescada, ela é retirada do seu ambiente natural, o mundo. Esse peixe pescado pela igreja precisa agora passar pela morte, para poder sobreviver. Estranho né não? Vou explicar 😛

Quando a pessoa é retirada do mar do mundo, ela não irá sobreviver fora da água. Ela vai morrer e cheirar mal, ela precisa então ser enterrada, sepultada. E o peixe passa então pela primeira ordenança da igreja, que é um rito de iniciação: o batismo nas águas.

O batizando é mergulhado nas águas do batismo, num simbolismo de morte e ressurreição. Morre no ato de mergulhar, retorna a vida, no ato de ser retirado da água. Agora o peixe, que era a pessoa pescada do mundo, virou ovelha. Disse-lhes Jesus: “Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens”.  Mt 4. 19

Mas com o tempo a ovelha que era peixe, sente a necessidade de pescar também outros peixes no mar do mundo e a ovelha se transforma em pescador.

A transformação do cristão, de peixe a ovelha

transformação
Receba irmão em nome de Jesus. Receba, receba, reeecebaaaa

Essa pessoa que num simbolismo era peixe, virou ovelha. Com o tempo vira pescador. Ela sabe o que é o mar e o que é a terra. Conhece os seus perigos , mas ainda não havia passado pela morte e vida do batismo. Agora ela sabe o que é a igreja e sente as influências do céu, que é o Reino de Deus. Agora essa pessoa, transformada em ovelha toma ceia e aprende as doutrinas.

Quem melhor pra pescar um peixe que um antigo peixe? E quem melhor pra pescar no fundo do mar, quem viveu na lama do fundo do mar? O melhor pescador de hoje, poderia ter sido o pior peixe de ontem.

Com o tempo a ovelha que se torna ministro na Igreja, e recebe a incumbência de ser pescador. Recebe o privilégio de tentar pescar outros da sua antiga família nativa. E essa transformação de peixe, que virou ovelha, que virou pescador, não acaba antes de o pescador virar pastor. O pescador precisa entender o momento em que o seu peixe, está se transformando em ovelha.

E quando o peixe, transformado em ovelha, transformado em pescador, transformado em pastor for entrar no céu ele será transformado de novo. Ele será como os anjos, já não podendo morrer mais. Ele será chamado de Filho de Deus, porque é Filho da Ressurreição.

A transformação do pescador

Essa é uma das transformações, a do peixe que virou ovelha. A outra transformação é a do pescador. Enquanto o ministro de Deus está pescando almas para Cristo no mundo, ele é pescador. Enquanto a pessoa pescada no mundo é uma candidata a cristã, ela é peixe, e o seu caçador é um pescador.

Temas Relacionado:

Quando há, porém a transformação do peixe em ovelha, o que é confirmado pelo ato voluntário de iniciação, que é um reconhecimento do peixe, agora mais crente do que peixe, então o ministro vira um pastor. Pois pescador cuida de peixes e pastor cuida de ovelhas. O peixe morre pela boca, pois come tudo o que lhe aparece na frente, e o crente morre pelos olhos, quando cobiça o mundo.

Paulo Sérgio Lários

Paulo Sérgio é Presbitero, tecnico de informática e escritor

A transformação do cristão

Tempo de leitura: 3 min