A extraordinária história do homem da mão mirrada

Há alguns dias atrás comentei com uma irmã no trabalho a respeito de que Jesus falou para um homem estender a sua mão. Estender a mão, ou ficar de pé, ou ser chamado mais para o meio, ou mais para perto do altar, causa expectativa. Qualquer coisa que Jesus fale ou diga, causa esperança, pois a questão não é nem fazer o que se pede, mas a questão está em quem pede, em quem manda, em quem ordena. O objeto do nosso estudo é o homem da mão mirrada. Lucas 6. 6-11

O homem da mão mirrada foi chamado para estender a mão, num culto onde Jesus estava pregando. Imagine a perspectiva de alguém, quando Jesus lhe diz algo. Jesus nos causa belas expectativas.

O que comporta esse milagre? O que quer nos dizer a cura desse homem? Jesus ensinava na Sinagoga onde estava o homem da mão mirrada.

Aprendi ha bastante tempo que os milagres e os dons são para chamar a atenção para a Palavra. A Bíblia nos mostra algumas situações que se entendidas perfeitamente, mostram-se tristes, como aquela onde Jesus pediu para entrar num barco e pregou para as multidões do barco, de longe, afastado fisicamente da multidão, que aprendeu, que descobriu, que tocar em Jesus curava. Vê-se que a multidão queria a cura, a benção a solução do seu problema, mas não queria ouvi-lo.

Jesus veio para nos ensinar sobre o Reino de Deus e essa foi a sua única mensagem, do começo ao fim. Não sabemos o quê, mas com certeza ele estava ensinando sobre o Reino de Deus, mas havia uma situação ali e hoje notamos como o dom, o milagre, a situação, colocou-se acima do que Ele ensinou.

Faça o seu pedido para Jesus agora…

homem da mão mirrada
Descreva tudo o que precisa. O homem da mão mirrada só precisava que sua mão fosse curada. E você, do que PRECISA?

A sabedoria, o conhecimento, é libertador e entendemos, quando lemos, quando estudamos a Bíblia, como Deus quer que seus segredos, que estão revelados na Bíblia sejam usados por nós. Nesses dias eu escrevia em outro artigo que se orarmos segundo o coração de Deus, tudo o que orarmos nos será dado.

Sobre o que podemos orar e ter a certeza de receber? Podemos orar sobre cura, sobre prosperidade, sobre casar, ou qualquer outra coisa que seja ética e oportuna. Podemos orar para saber das coisas que Deus quer nos dar. Podemos pedir prosperidade, pois o nosso Deus é o único e suficiente Provedor.

Quando entendemos que os dons são para pregar melhor, ou para chamar a atenção para a pregação, para a Palavra, podemos então pedir com maior exatidão os dons, qualquer um, todos eles.

Religiosos esperavam Jesus não ser religioso

É interessante que nesse culto na sinagoga, onde Jesus era o pregador, havia algumas pessoas religiosas que o observavam se ele quebraria as regras da religiosidade. A Bíblia nos mostra principalmente no Evangelho de João, como os milagres de Jesus eram ofensivos para os lideres de Israel.

Todos os movimentos de Jesus eram de total confrontação com alguma coisa, ou com alguém. O Evangelho que pregamos, que é revolucionário, por falar e demonstrar o que nunca vimos ou ouvimos, é de confrontação.

José, o pai terreno de Jesus:  teve um papel fundamental no aprendizado humano de Jesus, ensinando-o, sobretudo, não só a Lei de Deus, mas o espírito da Lei. O ensino de José para Jesus foi ensinar que o Evangelho, ou a Lei de Deus não são regras rígidas e mesmo assim essas regras podem e devem ser quebradas num sábado.

Um exemplo foi Davi e seus soldados, que estavam batalhando as guerras de Deus, não tinha o que comer e necessitaram comer dos pães da proposição, que não era licito a ninguém comer, a não ser os sacerdotes. O que tem pra comer? Pão sagrado é só o que temos, pão sagrado. E lemos abismados que depois que o homem da mão mirrada foi curado, que eles ficaram cheios de ódio, imaginando o que fariam de Jesus.

Coloque suas expectativas nas mãos de Jesus

Jesus cria em nós expectativas. Ele conhecia a mente dos religiosos, que se opunham a Ele, ainda assim criou muitas expectativas. Jesus disse ao homem da mão mirrada: Levanta, fica em pé no meio e estende a sua mão.

Algumas vezes o milagre que necessitamos vem de uma forma rápida, mas algumas vezes Jesus faz como fez com o homem cego, que o tirou da cidade, foi andando com ele para fora da cidade, fazendo um lodo com saliva e barro colocou nos olhos do homem e perguntou se o cego via. Não vendo, repetiu o processo e perguntou novamente ao homem o ele que via, se via algo, até que o homem foi curado. Esse homem que tinha um grave problema na mão a teve prontamente restaurada.

A postura do cristão

Primeiro Jesus disse ao homem para ele levantar-se. Na linguagem bíblica, o cristão estará de pé, sentado ou deitado, o que significa pronto para agir, mais ou menos ou espiritualmente qualificado. Levantar significa ficar de prontidão, apto a receber de Deus, o que Ele quer nos dar.

Ezequiel 2. 1-2 me chamava demais a atenção. Eu ficava olhando para esses versículos como se Deus quisesse falar algo comigo, mas eu não sabia o que era. Até que um dia Deus abriu a minha mente e revelou que Ezequiel não estava caído, em pecado quando Deus o mandou ficar de pé. “E disse-me: Filho do homem, põe-te em pé, e falarei contigo. Então entrou em mim o Espírito, quando ele falava comigo, e me pôs em pé, e ouvi o que me falava”. Ez 2. 1-2

Estamos no cap. 2 de Ezequiel, depois que ele teve revelações que ninguém teve até hoje, sobre a glória de Deus e agora no cap. 2 Deus diz a ele, Fica de pé, pois falarei contigo. O significado aqui é que Deus queria mostrar a ele outras realidades que ele não conhecia. Deus mandou o profeta que não estava caído ficar de pé, levantar-se, ou seja, ficar de prontidão, pois Deus lhe daria novas revelações.

Jesus chama o homem da mão mirrada 

Quando Deus te mandar ficar de pé, levantar-se, saiba que Deus quer te mostrar realidades que você não conhece. Simplesmente Deus quer se revelar. Acredito que o homem da mão mirrada tinha um problema muito sério, pois ele tinha um problema incomum na mão. A Bíblia o descreve como o homem que tinha a mão ressequida, seca, sem vida, morta. Provavelmente ele era destro, como a maioria das pessoas.

A mão é provavelmente a parte do corpo mais usada, por todos nós e justamente esse homem tinha um problema nessa mão. Não sabemos se ele nasceu assim, ou se ele se machucou em alguma guerra, ou trabalhando ou num acidente qualquer. O que sabemos é que esse homem nem deveria estar na sinagoga e muito menos num sábado, para que não aparecesse, como ocorreu um homem de Deus, um profeta, que o curasse.

Com certeza o problema daquele homem, para ele, era gravíssimo. O homem não era produtivo, pois com certeza ele não trabalhava direito e nem bem, pois sua mão o atrapalhava. É igual aquela situação que a gente tira um sarro, mas pode ser real: só dói quando eu respiro. A mão do homem só o atrapalhava, todas as vezes em que ele precisava dela. Imagine isso!

Levanta pra receber uma nova revelação de Deus. Levanta-te para sair dessa depressão, dessa situação que o deixa tão pra baixo. Levanta para ficar numa posição onde Deus possa operar o milagre. Sem levantar, sem fé, caído no chão, fica muito difícil ser restaurado.

Quem sabe se você, justo você, na humanidade toda, não nasceu para glorificar a Deus no seu problema incomum? Deus nos criou para recebermos a vitória e qualquer que seja o nosso problema, Deus já tem a cura. Levanta, recebe!

Chame para si a responsabilidade!

É interessante que a esse homem não lhe é dito apenas para levantar, mas para ficar também no meio. Ficar no meio é ser o foco, é ser centrado, firmado, abalizado, ser uma coluna. Levanta e vem para o meio, onde chamará a atenção sobre você. Esse homem estava no chão e num canto qualquer, como muitas vezes poderemos estar. Além de levantar vem para o meio.

Venha também para perto do altar. Sente-se perto do púlpito. Chegue perto do fogo, das pessoas que ministram. Seja amigos dos obreiros e do pastor, quem sabe um dia você será um obreiro também e quem sabe até um pastor? Vem pra cá, chama atenção, fica no meio. Seja o foco das atenções. Chame para si a responsabilidade.

Imagine a expectativa que causou em todo mundo e principalmente no homem da mão mirrada, quando Jesus lhe disse para estender a mão. O tratamento já estava em curso, Deus já o tinha levantado e o posto no meio e restava agora só a cura. O que é que você precisa? Qual é o milagre que você está buscando? Deus fala para todos nós: estende a mão. A restauração do homem da mão mirrada significava a restauração financeira, a restauração de algo muito importante: a sua mão; o milagre que ninguém ousava dizer.

O homem da mão mirrada foi ouvir a pregação

O homem da mão mirrada fez algo que eu acredito ser de suma importância, ele foi ao culto onde Jesus estava. Talvez ele tenha ido mesmo, sabendo que Jesus iria estar ali. O homem assistia ao culto, onde Jesus era o pregador – que privilégio!

Jesus não deixa as nossas expectativas serem em vão. Não é necessário Jesus mandar nada, a nosso respeito, só dEle existir, já nos causa conforto. Sabemos que o nosso Deus quer nos abençoar e se ainda não fomos, é uma questão de tempo, vai acontecer, tenha certeza. Vai acontecer, Deus vai te abençoar.

Levanta, estende a mão, vem pro meio. Meu Deus! Jesus, já estou indo! Deixa de ficar caído, depressivo, levanta para receber nova revelação. Sai do canto, vem pro meio. Chame a atenção, mesmo que não gostem, vem pro meio! Estende a sua mão. Seja restaurado. Seja produtivo. Volte a ser relevante. Você tem valor. Você é escolhido de Deus.

A teologia de Jesus

Chama a atenção que o homem que precisava de cura não passava desapercebido por Jesus. Deus o estava observando. Deus está te vendo, sabia? Essa passagem nos ensina muitas coisas e uma delas é que lugar de receber bênçãos é na Igreja. O homem da mão mirrada foi ao culto com expectativa de que algo acontecesse. Jesus gerou muito mais que expectativas.

Vê como a Teologia de Jesus se diferencia da nossa? A Lei do Antigo Testamento dizia que o homem deveria descansar no sábado, mas o que eles não entendiam é que o descanso significava descansar em Deus, na presença. Descansar é acreditar, é ter expectativas.

As tantas regras quebradas por Jesus, que eram tão ofensivas à liderança de Israel, na verdade não foram quebras de Aliança, mas a realização em amor de como aquela Lei deveria operar.

Na teologia de Jesus, Ele pode dizer a alguém caído para se levantar; a um excluído para ficar no meio e chamar a atenção até dos religiosos; e a um doente que Jesus pode sim, curar, qualquer coisa, sejam as doenças da alma, ou as doenças físicas.

Temas Relacionado:

Observamos muitas vezes que Jesus curou a doença espiritual e a doença física, mas deixamos de observar que o desemprego é uma doença social. Jesus está pronto a curar de qualquer doença, a qualquer um. Receba a benção de Deus. Sê tu uma benção. Hoje Deus te chama para chamar a atenção com o seu milagre e com o seu ministério. Hoje Deus te chama para ser restaurado.

Paulo Sérgio Lários

Paulo Sérgio é Presbitero, tecnico de informática e escritor

A extraordinária história do homem da mão mirrada

Tempo de leitura: 9 min