7 estratégias de Jesus para o seu negócio

Jesus de Nazaré não é um palestrante contratado por uma grande empresa para fazer palestras de motivação em um auditório lotado de executivos de negócios, mas há muitas lições que seguramente pode ser de grande valia para qualquer pessoa que queira obter sucesso na vida e fazer prosperar o seu negócio. Jesus mesmo declarou que administrava a empresa de seu pai (Lc 2. 49), tendo prosperado, a ponto de as pessoas o reconhecerem como o “carpinteiro”.

Jesus foi muito procurado no seu tempo. Sua reputação se espalhou a partir de cidade em cidade. Mesmo dois mil anos depois de andar na terra, Jesus é um nome familiar a nível internacional.

Se você é um cristão ou não, o sucesso de Jesus não pode ser negado. Então, se o seu comércio é a importação e exportação de cargas em todo o mundo ou uma pequena empresa local, reserve um momento para considerar a maneira como Jesus fez as coisas.

Seu sucesso poderia emprestar a sua causa. Vamos nos referir a vida de Jesus em termos mais relacionáveis ao negócio. Por exemplo, vamos chamar o ministério de Jesus seu “negócio” e seus discípulos seu “time” ou “empregados”.

1- Estratégia, planejamento e preparação

negócio
Realizamos um perfeito negócio, obrigado Senhor. Vamos marcar um almoço com nossas famílias

Jesus passou bom tempo se preparando para o se empreendimento. A citação acima de Lucas, onde Jesus diz: “Eu devia estar na casa de meu pai” vem de uma história antes de Jesus começar seu empreendimento. Seus pais foram à procura de Jesus e, finalmente, encontrou-o no templo entre os “líderes da indústria”, fazendo e respondendo perguntas, preparando-se para o negócio.

Especialmente para pessoas com espírito empreendedor, há a tentação de entrar de cabeça e começar sem tomar o tempo para realmente analisar, preparar e desenvolver o melhor plano de negócio possível.

Jesus conhecia a “literatura industrial” minuciosamente antes de entrar no negócio e tinha um plano claro e objetivo que Ele era capaz de compartilhar e levar sua “equipe” ao sucesso. Antes de lançar o seu próximo empreendimento, tome o tempo para realmente se preparar, dessa forma, você está se preparando para o sucesso.

2- Fez sacrifícios para cumprir a sua visão

Seu negócio começa com você. Tornar-se bem-sucedido leva tempo, envolve trabalho duro e sacrifício pessoal. Ninguém entende de sacrifício pessoal mais do que Jesus, mas eu não estou falando apenas sobre o último sacrifício que Jesus fez de morrer na cruz aqui. Há sacrifícios a serem feitos preparando-se para o negócio, mas o sacrifício não pára na preparação.

Jesus fez sacrifícios depois de iniciar seu negócio. “O Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça.” Foi de cidade em cidade, estabelecendo a sua firma. Jesus sacrificou ter uma boa casa em Nazaré, para o bem de seu negócio. Eu não estou dizendo que você deve ser sem-teto, se você quiser ter sucesso nos negócios. Mas em vez de gastar tudo o que você ganha em si mesmo, você pode querer reinvestir capital de volta para o seu negócio para ajudá-lo a crescer.

3- Enviou seus discípulos a realizar tarefas

Você não pode fazer tudo. Vamos ficar com o ensino de Jesus, vamos dizer que você é um carpinteiro. Se você está lidando com os detalhes da importação de madeira, a publicidade, a realização de vendas a clientes, produtos de transporte para os clientes, e assim por diante, você vai s esgotar e perder o foco. Em cima disso, você está limitando o crescimento do seu negócio.

Jesus delegou tarefas a sua equipe ao invés de fazer tudo sozinho. Às vezes, as tarefas eram pequenas como ir para a cidade e trazer de volta um burro. Às vezes, as tarefas eram muito maiores, o envio de membros da equipe para as cidades para preparar o local para a vinda de Jesus. Com a sua equipe a assumir diferentes tarefas do negócio, Jesus foi capaz de se concentrar nas coisas que mais merecia sua atenção.

Imagine o tempo que você vai ser capaz de passar na construção de móveis se você tem um funcionário que trabalha como despachante para cuidar da importação da madeira e exportação de seus produtos, em vez de você mesmo lidar com tudo!

4- Treinou pessoas para fazer seu trabalho

Jesus realmente investiu em sua equipe. Ele escolheu a dedo seus discípulos e pessoalmente os treinou para o seu negócio. Jesus, então, não precisa estar presente para o negócio continuar. Na verdade, foi da equipe de Jesus que difundiram o cristianismo em todo o mundo que ainda cresce forte na igreja cristã de hoje. Para você micro administrador, este pode ser o maior lugar que você possa se concentrar no crescimento de seu negócio.

Capacitar sua equipe poderia ser a coisa mais importante para expandir o seu negócio e dando-lhe um legado. Jesus capacitou membros de sua equipe para realizar milagres, pregar, e crescer ainda mais a equipe. Levou um tempo sério investir neles.

Quando você pensa sobre a sua equipe ou empregados, você pode querer pensar neles como seus maiores trunfos. Invista neles e veja se eles não produzem bons resultados.

Geralmente não pensamos em Jesus como um homem de negócios. Ele não anda por aí de terno e gravata, mas Jesus falou muitas vezes do trabalho e dinheiro. Há muito que podemos aprender com a vida de Jesus, que poderia ajudar a nos tornar mais bem sucedido nos negócios, quer operações de importação e exportação de carga em todo o mundo ou uma pequena empresa local.

5- Foi um empreendedor revolucionário

Para ter sucesso, sua empresa precisa se destacar e ser competitiva no mercado. O que você faz que seja diferente do que a maneira como todo mundo está fazendo as coisas em sua indústria? Jesus não foi o primeiro a afirmar ser o Messias. Mas, enquanto outros vieram com ambições políticas ou um braço militar, Jesus falou do Reino de Deus, em vez de reinos terrenos.

Por que Jesus foi tão procurado como um líder religioso? Havia muitos outros rabinos contemporâneos de Jesus. Uma das razões é Jesus estendeu a mão para as pessoas das “líderes da indústria” não. Jesus foi muitas vezes criticado por comer e beber com os pecadores.

No entanto, Jesus viu isso como o verdadeiro potencial de “clientes” para o seu negócio. “Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os que estão doentes”, disse Jesus. Ele também ajudou e ensinou as mulheres, como na história da mulher no poço ou Maria, que é descrita como a uma aluna aos pés de Jesus, o que simplesmente não foi feito por rabinos e líderes religiosos do tempo de Jesus.

Há todo um mar de potenciais clientes para o seu negócio que sua indústria não está atingindo. Um grande recurso para alcançá-los é a Estratégia do Oceano Azul.

6- Deu atenção pessoal aos indivíduos

Excelência em relacionamento pessoal e atendimento ao cliente é uma ótima maneira de ganhar novos clientes e repetir negócios. Jesus não tratou as pessoas como números ou ignorou-os como muitas empresas fazem. Jesus deu atenção pessoal aos indivíduos.

O cego Bartimeu chamou Jesus. Jesus parou e perguntou a Bartimeu: “Que queres que eu faça?” Jesus foi capaz de ouvir o que Bartimeu precisava e queria de Jesus e, em seguida, Jesus foi capaz de atender a necessidade do seu “cliente”. Então Bartimeu seguiu Jesus no caminho, mostrando a fidelidade do cliente. Na história da mulher no poço mencionado acima, Jesus conversou com a mulher sobre sua vida. Essa relação resultou na mulher dizendo a todos na cidade a respeito de Jesus e seu “negócio”.

Tendo tempo para os clientes faz uma enorme diferença no negócio. Basta parar e ouvi-los, talvez perguntando o que eles precisam, torna possível para as empresas a fornecer experiências positivas para os clientes. Também poderia ajudar-nos a ver os serviços potenciais e oportunidades de negócios que poderiam levar nossos empreendimento para o próximo nível.

Experiências positivas e formar relacionamentos com os clientes traz novas oportunidades. Mas as experiências negativas e clientes sendo tratados como algo menos do que uma pessoa pode rapidamente ferir um negócio. Com a internet, cada cliente tem o potencial de alcançar o mundo com mensagens positivas e negativas sobre o seu negócio imediatamente.

7- Ofereceu um produto espetacular

Jesus tinha um produto espetacular que atraiu pessoas. Ele curou as pessoas de todos os tipos de doenças. Em última análise, a sua empresa precisa de um grande produto ou serviço para prosperar. Uma empresa pode durar por um tempo com um produto pobre, mas bem anunciado.

As pessoas vão comprar em primeiro lugar. Mas se você enviar para fora um produto ruim, não vai demorar muito para os clientes descobrir que o que estão comprando não vale o preço.

As pessoas correram para Jesus por causa de sua capacidade de fazer-lhes bem. O cego pode ver, o coxo pode andar… e a notícia se espalhou. Certifique-se de que você tem um foco na qualidade. Se você tem um grande produto, a palavra vai se espalhar. O melhor mesmo é se você pode acoplar um grande produto com outro.

Temas Relacionado:

A cura é um produto incrível, mas Jesus ofereceu um segundo produto que foi ainda melhor – o perdão dos pecados. Jesus ofereceu perdão por qualquer coisa ruim que uma pessoa tivesse feito e que impedisse um relacionamento íntimo com Deus. Este produto vem com uma garantia eterna que mantém as pessoas que chegam à igreja 2.000 anos depois.

Artigo traduzido do original em inglês 7 Tips For Your Business From Jesus Christ

7 estratégias de Jesus para o seu negócio

Tempo de leitura: 7 min